Taís Araújo participa do programa
Reprodução/TV Globo 17.07.2022
Taís Araújo participa do programa "Altas Horas"

Taís Araújo é protagonista do filme "Medida Provisória", lançado este ano, e comentou durante uma participação no "Altas Horas", na noite deste sábado (16), que a ideia de transformar o espetáculo em cinema foi levada a diversos diretores renomados, mas todos recusaram. A partir daí, Lázaro Ramos, marido da atriz, decidiu tomar a frente do projeto que foi um sucesso nos cinemas.

"Sou tão orgulhosa por esse filme, desde que era uma peça de teatro e que  me perguntava como transformar esse enredo em cinema. O Lázaro levou para vários diretores que diziam que não daria para fazer um filme, mas o Lázaro queria e os grandes nomes diziam que não. Ele tinha na cabeça que dava", lembrou. "É tão legal quando você acredita na sua própria sensibilidade, na arte. Se você perceber que dá para transformar em cinema, faça pelo seu ponto de vista, acredite em você. Quando vejo que deu certo e é um verdadeiro sucesso, acho que é um recado para todos nós", avisou. 

Ainda durante o programa, Paulo Vieira comentou que foi ao cinema três vezes para assistir ao filme e esse tipo de dramaturgia é muito importante para o povo negro. O comediante disse que ficou encantado com a reação das pessoas dentro das salas. 

"Esse não é um filme comum, é um evento. O povo preto todo junto e as pessoas reagindo ao filme o tempo todo. Quando ele acaba, as pessoas não querem ir embora, então realmente é um movimento muito lindo esse que Taís e Lázaro conseguiram fazer no cinema. Cheguei aqui já os reverenciando porque é um filme muito importante para todos nós", salientou.

Ailton Graça também participou da roda de conversa no "Altas Horas" e também teceu elogios ao talento do casal, que também esteve à frente do humorístico "Mister Brau", apresentado na Globo entre 2015 e 2018.

"O Lázaro tem esse talento de magnetizar essa pautas pretas em tudo o que ele faz. Eu sinto falta do 'Mister Brau' porque era uma referência de um outro tipo de humor, de escrita, e que a gente se via naqueles personagens", comentou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários