Polliana estrela filme de comédia com Cacau Protásio e Rodrigo Sant'anna
Reprodução/Pupin+Deleu 29.06.2022
Polliana estrela filme de comédia com Cacau Protásio e Rodrigo Sant'anna


Famosa por papéis em novelas da Globo quando criança, como em "Beleza Pura" e "A Vida da Gente", a atriz Polliana Aleixo investe na versatilidade para ficar em alta na teledramaturgia. Longe das novelas, hoje Polliana investe nas plataformas de streaming e no cinema. 


Ela, que está confirmada na segunda temporada de "El Presidente", que conta o escândalo de corrupção da FIFA em 2015, não se vê limitada ao streaming. "Eu gosto de todos os formatos, tenho gosto em atuar, seja curta, seja teatro, o que tiver", conta ao iG Gente. 

Polliana interpreta a filha de João Havelange, ex-presidente da FIFA, morto em 2016. Na série, ela é filha da personagem de Maria Fernanda Cândido, que também foi confirmada na segunda temporada da obra da Prime Video.

A atriz elogia a colega de cena e agradece pelos aprendizados com ela. Polliana até conta que teve diversos momentos de conflito com a personagem de Maria Fernanda Cândido e que se sentiu confortável em cena por causa dela. "Uma pessoa incrível, tenho saudade dela e do jeito dela. A Maria Fernanda é uma pessoa tranquila, passa naturalidade artisticamente e na convivência", pontua.

"Apesar da glamourização da nossa profissão, eu gosto de simplificar os processos e ela tem essa energia de união. Foi uma das pessoas mais generosas que conheci em cena. Ela não quer brilhar, ela quer que a obra brilhe e acho que isso é muito inteligente, é gostoso trabalhar com gente assim", elogia. 

Gravada no Uruguai, Polliana afirma que no fim das gravações ela estava com "a saúde no chinelo" e que aprendeu a lidar com o peso da produção com Maria Fernanda. "No fim do projeto, após milhões de horas de gravação, estamos cansados, ainda mais longe da família, em outro país. Lembro de perguntar como ela continuava bem", comenta. 

Polliana diz que aprendeu que focar no básico com a atriz. "Ela falava: 'Eu não abro mão de comer bem e descansar bem'. E, nossa, as coisas mais básicas são as que fazem diferença no processo", relembra. 

Ao avaliar a personagem de "El Presidente", Polliana pensa que o público irá sentir raiva, pena. "A personagem brinca com isso, tem hora que você gosta, tem hora que você pensa que ela é detestável", diz, rindo. 

Da série dramática à comédia brasileira


Em "A Sogra Perfeita", Polliana interpreta Ciléia, personagem que é nora de Neide (Cacau Protásio). No filme, a personagem é transformada pela dona de um salão de beleza para conquistar o filho dela e libertá-la da dependência maternal. No primeiro filme de comédia na carreira, Polliana não teve medo de interpretar uma personagem do gênero. 

"Eu sempre respeitei meu tempo e pensei que se confiaram em mim para o papel, eu vou confiar na produção. Foi ótimo fazer, lembro que, quando li o roteiro, fiquei feliz pelos plot twists, pois acontece muita coisa, foi divertido produzir", comenta. 

Ao lado de Cacau Protásio, Rodrigo Sant'anna e Evelyn Castro, Polliana abriu a mente para ouvir as opiniões dos atores. "Fui para a produção com passos curtos, porque estava para aprender, ainda mais com eles, que sabiam muito mais do que eu", conta. 

A atriz faz elogios para o elenco tanto que relembra momentos divertidos com os atores. "Eu lia meu roteiro toda quietinha, mas me senti muito confortável e com o tempo entendi que a comédia é de experimentar. Eles são muito disponíveis e sinceros", relembra.

"Sou fã da Evelyn, adoro o trabalho dela, ela canta demais e tem esse humor debochado. A gente é bem amiga e nos falamos bastante. A Cacau e o Rodrigo também, são gigantes, referências da comédia e eles só acrescentaram na minha vida", comenta.

Na obra, ela gravou com o cantor Fábio Jr. Ao relembrar o momento, Polliana diz que quer contar aos filhos e netos que cantou com o artista. "Não tem como não se gabar de cantar com ele, não tem como. Ele é muito gente boa, mães de amigas minhas vão no show dele e me falam porque eu cantei com o cara. Estávamos empolgados de cantar com ele, não tinha como segurar a animação", relembra. 

Polliana conta que um dos maiores desafios foi de segurar a risada em cena por piadas internas e olhares diferentes. "Com o Rodrigo era difícil de verdade, ele é muito engraçado e uma máquina de fazer piada. A gente tinha crise de risos e até a diretora dava o 'corta' rindo", afirma, rindo. 

"Gosto de desbravar"

Polliana não tem medo de enfrentar novos gêneros
Reprodução/Pupin+Deleu 29.06.2022
Polliana não tem medo de enfrentar novos gêneros

Além de "El Presidente", Polliana também esteve em "The Journey", série gravada em inglês e português. A atriz conta que não sabia que a produção seria tão desafiadora. "Só fui ver a dimensão do desafio quando já estava na produção, no início eu pensava que era só uma professora de inglês, não tinha muitas informações", afirma. 

"Quando eu cheguei no ensaio e entendi que eu deveria falar o tempo todo em inglês e com a velocidade de trocar para o português o dia inteiro, de um take para o outro e com o mesmo tom, foi um desafio enorme. Tive que ter muito foco, mas com o tempo acostumei. Lembro que na primeira semana eu fiquei exausta mentalmente", relembra. 

Mas apesar do perrengue linguístico, Polliana não tem medo dos desafios, tanto que sente que a experiência em "The Journey" a ajudou na produção de "El Presidente". "Me deu segurança na série, porque tinham muitas trocas de língua, não fiquei perdida na comunicação no set, me ajudou muito", analisa. 

Ela até aceitaria fazer outra série como "The Journey", mas foca no aprendizado. "No processo, eu não me pergunto se eu consigo, pergunto se estou disposta a tentar. Gosto de me desafiar, me dá um brilho, até com teste difícil eu gosto. Faria a série tranquilamente, não hesitaria", finaliza.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários