Tiazinha e Feiticeira no programa
Reprodução
Tiazinha e Feiticeira no programa "H"

Joana Prado relembrou seus tempos como Feiticeira, a mascarada sexy do extinto programa "H", de Luciano Huck, sucesso no final dos anos 1990 e início dos anos 2000.

Atualmente com 45 anos, cristã e morando nos EUA, ela bateu um papo sobre transformação e fé com Karina Bacchi e falou do arrependimento que tem em ter posado nua três vezes na "Playboy", quando estava no auge da fama.

"Claro que eu me arrependi. Porque, para mim, (a palavra) arrependimento, no hebraico, é mudança de direção, então, eu tenho que mudar minha direção. No grego, é mudança de pensamento, eu tenho que mudar meu pensamento. Eu me arrependi, sim, o que significa que eu não quero mais fazer aquilo o que eu fazia antes", começou ela, ponderando:

"Houve um arrependimento, mas eu também entendo que para eu chegar onde eu cheguei, eu tive que viver a minha história de Feiticeira, faz parte da minha história. Eu tive que passar por aquilo para eu ter o entendimento e daí eu ter o arrependimento. Me arrependi da minha época da Feiticeira porque o arrependimento significa mudança de atitude e de pensamento, para daí ter o entendimento que é fazer e seguir tudo o que Jesus nos ensinou".

Casada com o ex-lutador Vitor Belfort e mãe de três filhos, Joana diz que mesmo tendo posado nua e sido símbolo sexual, sempre se preservou muito.

"Eu falo com um super carinho da Feiticeira, porque só Deus sabe o tanto que eu sofri, mas também o tanto que eu me diverti, cresci, amadureci e aprendi com a época da Feiticeira. Eu, mesmo tento feito 'Playboy', mesmo tendo sido um símbolo sexual, nunca, literalmente, vendi meu corpo. Se eu fiquei com três caras do meio artístico, foi muito. Um deles foi o Vitor. Sempre me preservei muito".


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários