Ex de André Gonçalves alfineta ator por dívida de pensão
Reprodução
Ex de André Gonçalves alfineta ator por dívida de pensão

Cynthia Benini voltou a falar sobre o processo que move contra o ator André Gonçalves por conta da dívida de pensão alimentícia que ele tem com a filha que eles tiveram, Valentina, atualmente com 19 anos.

A jornalista garante não ter nada contra o ex-marido, diz que ele é um "cara fascinante", e lamenta o fato de ele não cumprir com sua responsabilidade de pai. "É capaz de arrumar emprego", alfineta.

"Esse é um processo é muito antigo, desde 2007, me separei em 2006. Durante o período que ele ficou empregado na Globo, era descontado em folha, graças a Deus. Quando ele saiu da Globo, infelizmente, ele não teve a mesma responsabilidade. Não tenho nada contra o André, pelo contrário, eu torço muito por ele. Ele é um cara fascinante, inteligente e capaz de arrumar emprego", disse ela, em entrevista ao canal de Luciana Liviero, no YouTube.

André deve à Valentina cerca de R$ 400 mil em pensão alimentícia atrasados. O valor mensal estabelecido pela Justiça é de R$ 4,5 mil, mas ele não paga há anos.

Por conta da dívida, o ator teve a prisão domiciliar decretada pela Justiça de Santa Catarina em novembro e usa tornozeleira eletrônica em sua residência no Rio, onde mora com a atual mulher, Danielle Winits.

"Nós mulheres nos reinventamos a todo momento, se for preciso, os homens também têm que fazer isso sem vergonha de se expor. Então, o que eu quero é o melhor dele. Não parece porque envolve Justiça, envolve, às vezes, uma conduta mais séria, mas se chegamos a esse ponto é porque foi preciso. É isso!", desabafou Cynthia.

Ela ainda relatou que evitou tratar do assunto publicamente por conta dos ataques que ela e a filha receberam nas redes sociais.

"Recebi muitos apoios, mas também recebi muitas críticas. Eu até evitei de me posicionar muito nessa época para proteger a Valentina, porque ela também foi bastante atacada. O que eu sempre digo é que: independente de quem eu sou, de onde eu venho, do meu poder aquisitivo, social ou financeiro, não importa. Isso não é meu e, sim, da minha filha, que não foi tida sozinha, foi pensada, amada e querida... Eu acho que tem pontos básicos que são: segurança, educação e alimentação. Esses três se a mãe ou o pai faltar, o outro tem que. Se não conseguir isso de uma boa forma, vai ter que buscar à Justiça", destacou....

Cynthia também rebateu as críticas de que "está na hora da filha trabalhar".

"A Justiça diz que o filho até terminar a faculdade pode ser mantido tanto pelo pai quanto pela mãe. Eu, na verdade, sempre arquei com isso e não tem problema nenhum, mas eu não poderia abrir mão disso porque é um direito da minha filha, que não foi tomado só por ela. Tem a Manu que é outra filha dele e também teve um posicionamento parecido. Nessa tomada de decisão, eu sentei com a Valentina e conversamos longamente sobre todos os prós e contras e tudo que aconteceria junto com a advogada....", disse.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários