André Martinelli participou do 'No Limite 2021
Divulgação
André Martinelli participou do 'No Limite 2021"


André Martinelli, ex-participante dos programas “No Limite” e “BBB 13”, analisa que a experiência no reality de sobrevivência da Globo, em 2021, foi muito mais prazerosa e desafiadora que o confinamento no Big Brother, em 2013. Ele ainda conta que a prática de esportes e a personalidade contaram muito para o bom desempenho durante a temporada do programa.

André foi o 12º eliminado do "BBB 13", onde viveu um romance com a advogada Fernanda Keulla, que o apelidou de príncipe. Mesmo com ares de “contos de fadas”, o “Big Brother Brasil” não impactou tanto.

“O que me impactou foi o ‘No Limite’, mesmo eu estando bem preparado psicologicamente. O BBB foi a minha primeira experiência de reality, eu caí de paraquedas, fiquei muito impressionado com tudo. Mas a minha trajetória lá foi muito tranquila, eu quase não fui ao paredão, as pessoas que batiam de frente comigo acabavam saindo, então foi uma trajetória mais tranquila. O 'No Limite', não. A gente pegava chuva, tinha que fazer fogueira, se molhar, secar a madeira no sol para fazer um café, foi puxado”, avalia.


Um dos motivos para aceitar o convite para a participação na competição, foi o nível de excelência exigido pelas provas: “Aquilo ali não tem em lugar nenhum, não tem onde fazer provas com aquele nível. Um dos motivos de eu entrar foi o fato de poder fazer aquelas provas. Até se eu quisesse pagar não ia ter onde fazer".

Martinelli demonstra muito orgulho ao falar da participação no “No Limite”. Mesmo com os perrengues, ele considera que o preparo físico foi um fator determinante para o bom andamento das provas, e reforçou o espírito de liderança: “Eu gosto muito de fazer treinos funcionais como Mahamudra, e isso me ajudou muito lá. Por jogar futevôlei, que é na areia, me ajudou muito andar nas dunas. A partir de um momento, a minha tribo me elegeu como líder. Isso pela minha sensibilidade de entender as provas, de dicas, então foi bem bacana”, relembra.

O modelo está assistindo assiduamente a nova temporada do reality da Globo e já tem seus favoritos: “Ainda é muito cedo para opinar porque a pessoa pode ser boa em prova e mesmo assim ser votada para sair. Mas gostei muitos dos maratonistas Rodrigo e Guza.  E também achei a Tribo Lua bem forte, estão focados e estão ali para fazer a diferença”, conclui.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários