Ivete Sangalo e Bell Marques
Reprodução/Instagram
Ivete Sangalo e Bell Marques


O Carnaval de Salvador é conhecido como a maior festa de rua do planeta e, mais uma vez, não vai acontecer em 2022 devido à pandemia do coronavírus. Porém, seguindo o meme "não vai ter Carnaval, mas vai ter", vamos relembrar hits que marcaram a folia baiana e ficaram eternizados na memória dos foliões de todo o Brasil.

De "Requebra", do Olodum, passando por "Ara Ketu bom Demais", e chegando em "Lepo-Lepo", do Psirico, separamos 16 hits atemporais para você fazer a sua folia.


Requebra - Olodum (1994)

"Requebra, requebra, requebra assim... Pode falar, pode rir de mim". Quem nunca cantou esse clássico do Olodum, não pulou o Carnaval de Salvador de verdade. Qualquer tipo de dança é aceita como coreografia da música eleita vencedora do Carnaval de 1994!



Ara Ketu Bom Demais - Ara Ketu (1995)

A banda Ara Ketu chamou atenção do Brasil ao lançar o hit "Ara Ketu Bom Demais", música campeã do Carnaval de 1995. 17 anos depois, a música segue presente em praticamente todos os repertórios carnavalescos. Hits como “Mal Acostumado” (1998) e “Pipoca (1999) também se destacam no Axé Music.



Rapunzel - Daniela Mercury (1997)

O amor de Julieta e Romeu é igualzinho ao meu e ao seu? Daniela Mercury, a rainha do Axé, apresentou a música "Rapunzel" no icônico álbum "Feijão com Arroz", de 1996. No ano seguinte, deu para Daniela o título de música do Carnaval. “Maimbê”, “Swing da Cor” e “Trio Metal” são outras músicas marcantes.



Cabelo Raspadinho - Chiclete com Banana (2000)

"Cabelo raspadinho, estilo Ronaldinho, cabelo pintado ou V.O.". Com o ritmo acelerado do Chiclete com Banana, Bell Marques apresentou "Cabelo Raspadinho" como grande hit do Carnaval de 2000.




Uma Bomba - Braga boys (2001)

"Para dançar isso aqui é uma bomba! O movimento é sexy". Ai, Carnaval, só quem viveu sabe! A banda baiana Braga Boys roubou a cena no início dos anos 2000 com o hit "Uma Bomba". De cima do trio elétrico, a performance enlouquecia os foliões.




Festa - Ivete Sangalo (2002)

Em 2002, Ivete Sangalo - já em carreira solo - emplacou "Festa" como música do Carnaval. O hit ainda embalou o pentacampeonato da Seleção Brasileira de Futebol na Copa do Mundo.


Coração - Rapazolla (2005)

De cabelo vermelho, Tomate surgiu na banda "Rapazolla" com o hit "Coração", que embalou os foliões apaixonados em ritmo de Axé por todo o Brasil.



Café com Pão (Vixe Mainha) - Afrodisíaco (2006)

A banda Vixe Mainha (Afrodisíaco) lançou o hit do verão e do Carnaval de 2006. “Vixe, mainha! Oh, neguinha! Tudo é tão bom...”, cantava o grupo.



Quebra Aê - Asa de Águia (2007)

“Quebra Aê, Quebra Aê, olha o Asa aê…” Quem não berrou essa música em 2007, minha gente? Durval Lelys arrastou uma multidão ao som de “Quebra Aê”, que conta a rotina dos foliões entre os circuitos do Carnaval de Salvador.



Rebolation - Parangolé (2009)

“Bote a mão na cabeça que vai começaaaaaaar: o rebolation, tion, tion!”. Com o swing envolvente do pagode baiano, Léo Santana surgiu para o Brasil com o hit “Rebolation”. Antes da TikTokzação das músicas, Léo apresentou coreografia fácil e versos simples = fórmula perfeita para fazer sucesso no Carnaval.

Leia Também



Circulou - Banda EVA (2012)

Antes de se despedir da Banda EVA, Saulo Fernandes entregou ao público a música do Carnaval em 2012. Em qualquer lugar de Salvador as pessoas cantavam e dançavam na pegada romântica, que também fez o povo tirar o pé do chão.



Ziriguidum - Filhos de Jorge (2013)

No ano seguinte, foi a vez de outra coreografia fácil e um versão chiclete marcar época. Todo mundo dançou ao som de Ziriguidum, que virou até nome da gripe pós-carnaval da época.



Lepo-Lepo - Psirico (2014)

Márcio Victor deu nome e sobrenome em 2014 ao lançar “Lepo-lepo”! O hit dominou todos os dias da folia e absolutamente TODOS os artistas se renderam à música da banda de pagode. Márcio é embaixador de músicas chicletes que sempre estão na boca do povo. “Toda Boa” (2008) e "Tem Xenhenhem" (2015) são outros hits.



Paredão Metralhadora - A Vingadora/Tays Reis (2016)

As que comandam vão no TRÁ! A banda Vingadora, na época comandada por Tays Reis, conquistou o título de música do Carnaval com "Paredão Metralhadora”. O título foi um divisor de águas na carreira de Tays, que logo depois seguiu em carreira solo.



Abaixa que é tiro - Parangolé (2019)

No penúltimo Carnaval antes da pandemia, a banda Parangolé emplacou o hit “Abaixa Que é Tiro” como música da folia soteropolitana. A faixa esteve presente em praticamente todos os trios da avenida.

+ músicas atemporais do Axé Music

Baianidade Nago - Banda Mel

"Já pintou verão, calor no coração, a festa vai começar..." Esse é o hino do Carnaval de Salvador. Aquela música que faz você chorar quando o último trio elétrico passa pelo circuito na terça-feira, sabe? Que embala os momentos mais marcantes da folia. O clássico da Banda Mel é cantado por todos os artistas do Axé Music até hoje.


Vai sacudir, Vai Abalar - Cheiro de Amor

A música do Cheiro de Amor também marcou época e segue agitando os foliões até os dias atuais. O Cheiro também tem hits como "Ficar com Você", "Lero-lero" e "Rebentão"


Prefixo de Verão - Banda Mel

Outro clássico do Carnaval da Bahia, que também é da Banda Mel, é "Prefixo de Verão". Assim como "Baianidade Nagô", a música é executada em todos os trios da folia momesca. "Salve, Salvador! Me bato, me quebro, tudo por amor..."



Bate-Lata - Banda Beijo

Gilmelândia arrasou no comando da Banda Beijo ao lançar hits como "Bate-Lata", "Peraê" e "Maionese". "Bate-Lata" tem a energia do axé raiz, tão celebrada no Carnaval de Salvador.


Milla - Jammil/Netinho

A música Milla, do Jammil e Uma Noites, ficou eternizada na voz do cantor Netinho, Recentemente, Daniela Mercury regravou a faixa. o Jammil também se destacou no Carnaval com o hit "Praieiro".



** Kadu Brandão é jornalista pela UFBA, pós-graduando em MKT e Redes Sociais, soteropolitano e cheio de axé. É especialista em reality show e Carnaval. Tem passagem por CBN, Globo Esporte, iBahia e Bahia FM, além de contar com atuação em assessorias. Tem colaborações para UOL e CBF, e apresenta o “Podmiga”, podcast de reality show. No iG, escreve para o iG Gente.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários