Henrique Bahia e Marília Mendonça
Instagram
Henrique Bahia e Marília Mendonça

Homenagens de familiares e amigos marcaram as cerimônias em memória da cantora Marília Mendonça e do produtor Henrique Bonfim Ribeiro, mortos após queda de avião em Caratinga (MG). Um culto para a artista foi realizado na noite desta quinta-feira em Goiânia, enquanto uma missão de sétimo dia foi feita no mesmo horário para o produtor também na capital goiana.

Restrito a pessoas próximas da família, o culto em homenagem a Marília contou com um discurso emocionado de sua mãe, Ruth Dias, além de uma música religiosa cantada pela dupla Maiara e Maraisa. Os sertanejos Henrique e Juliano também estiveram presentes na Igreja Assembleia de Deus. O filho de Marília, Léo Dias Mendonça Huff, não compareceu.

"Lá em casa ficou uma tristeza, porque ela meio que alegrava a casa. Ela falava alto, ria alto, tudo era muito intenso. Amava demais, tudo dela tinha que ser assim, exagerado em tudo na alegria. quero agradecer muito a Deus e a cada um de vocês que estão aqui presentes. Muito obrigada mesmo por virem aqui prestar essa homenagem a ela", disse a mãe da cantora na cerimônia.


A dupla Maiara e Maraisa também subiu ao altar para cantar em homenagem a Marília. Durante a canção, Maraisa não conteve o choro. "Deus é tudo, Deus sabe de todas as coisas", disse a artista.

Leia Também

Missa de sétimo dia

Uma missa de sétimo dia para o produtor da cantora, Henrique Ribeiro, de 32 anos, também foi realizada em Goiânia, onde ele vivia. A cerimônia ocorreu na Paróquia Nossa Senhora da Assunção, a mesma onde parentes e amigos se juntaram há seis anos para homenagear Cristiano Araújo sete dias após a morte dele. Grande parte dos funcionários do cantor passou a integrar a equipe de Marília após a tragédia.

No final da missa, os colegas de trabalho, amigos e familiares, se juntaram para homenageá-lo com a música "Cê que sabe", de Cristiano Araújo. Ribeiro também trabalhou com o cantor que faleceu em um acidente de carro em 2015.

Leia Também

Amigo do produtor, o diretor artístico Rafael Vanucci, o descreveu como "um homem de sorriso fácil", que "soube colecionar amizades e respeito onde passou". Ele também exaltou a relação entre Henrique e Marília.

"Eles tinham uma sinergia, um amor um pelo outro que encantava, um respeito muito grande. Todo show, antes de começar, na hora de entregar o microfone para a Marília, ele dava um beijo na testa del", lembrou.

Enterros

Marília Mendonça foi sepultada no último sábado cemitério Parque Memorial de Goiânia. O enterro também foi restrito a parentes e amigos. O corpo foi levado em cortejo fúnebre do ginásio Goiânia Arena até o local. Milhares de fãs compareceram para se despedir da cantora.

Já Henrique Ribeiro foi enterrado no Cemitério Jardim da Saudade, na capital baiana Salvador, onde nasceu. Antes do sepultamento, centenas de familiares e amigos se despediram do produtor na capela do cemitério, onde o corpo foi velado.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários