Sônia Lima, capa da Playboy
Reprodução YouTube / Divulgação
Sônia Lima, capa da Playboy

Sônia Lima, que ilustrou a capa da Playboy em 1987 e 1991, contou recentemente que apenas posou para a publicação por conta de perrengues financeiros. Além disso, ela relembrou os rumores de que teria tido affair com grandes nomes da época, como Silvio Santos, Pelé e até Faustão.

“Eu tinha um paparazzo que me acompanhava, porque achavam que a qualquer momento eu ia me pegar com o Silvio Santos, a minha vida era uma loucura. Também falavam que eu estava com o Faustão, e o Mallandro inventou que eu estava com o Pelé”, lembrou ela em entrevista ao podcast de Papagaio Falante.

Ao falar sobre os ensaios para a Playboy, a modelo não omitiu as dificuldades que passou. "A primeira vendeu muito, esgotou em três dias. Eu estava divulgando, estava no 'Perdidos na Noite', do Faustão, e me pediram para parar de divulgar a revista. Eu fiquei sem revista. Foi o Silvio Santos que negociou. Ele fez uma chamada, mostrou a capa da revista. Quando saiu, vendeu tudo em três dias. Eu mesma fiquei sem revista", comentou.

Sônia ainda lembrou que posou a primeira vez para a revista para comprar uma casa para seus pais. Já o segundo fez, pois estava sem dinheiro. "A casa que eu comprei para os meus pais fica no Parque dos Príncipes, em São Paulo, aliás, fiz a Playboy para isso. A segunda revista… eu e o Wagner [Montes, 1954-2019] nós quebramos na emenda. As duas vezes que eu posei pelada foi por causa do dinheiro”, apontou ela.

Lima ainda lembrou outro de seus problemas na época, a disseminação de suas fotos nuas na rede. “Eu tive muito problema com isso, contratei um advogado que me ajudou muito, mas depois desistimos porque é muito difícil. Infelizmente a internet parece transformar tudo em domínio público, a piriquita é minha, mas está em domínio público”, encerrou Sônia.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários