Ariadna fala do
Reprodução/TV Globo
Ariadna fala do "No Limite"

Ariadna participou do "Encontro" nesta quarta-feira (26) e comentou a passagem pelo "No Limite".  A maquiadora relembrou quando passou mal após a primeira prova e também comentou o dia em que Íris Stefanelli fez um comentário que foi considerado transfóbico.

A eliminada do reality show falou que elas não conversaram sobre o assunto quando ainda estava confinada. Ela garantiu que está aberta a mostrar a realidade das pessoas trans para Íris e ensinar a colega de equipe.

"Estou aberta para uma conversa com ela, para fazer com que ela abra a cabeça sobre a nossa sociedade. O Brasil é o país que mais mata mulheres trans no mundo. Ela tem que saber como é a realidade. Como foi minha parceira, não vou ficar jogando pedra nem criticando, talvez ela tenha essa ignorância sobre o assunto. Estou aberta para ensinar ela", disse Ariadna.

Durante o "No Limite", Íris fez um comentário que foi considerado transfóbico durante uma conversa com Ariadna. Amaquiadora estava contando que precisou e prostituir porque não tinha nenhuma outra oportunidade de emprego. Íris respondeu que a prostituição não pode ser uma opção e que pessoas trans precisam estudar, procurar emprego ou tentar concurso público. Esse comentário foi visto como preconceituoso pelo fato de que muitas pessoas trans serem rejeitadas pelo mercado de trabalho e pelos ambientes de ensino.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários