Ana Paula Siebert, Roberto Justus e Rafaella
Reprodução/Rede Record
Ana Paula Siebert, Roberto Justus e Rafaella

Ana Paula Siebert , que está casada com Roberto Justus, passou por um cirurgia de caráter urgencial no domingo (14). A modelo , de 33 anos, teve que trocar as próteses de silicone dos seios por conta de "incômodos". 

No Instagram,  Ana Paula tranquilizou seus seguidores. "Pessoal, obrigada por tantas mensagens lindas... As boas vibrações funcionaram e eu estou ótima! (Na medida do possível)".

No sábado (13), a loira explicou o motivo de ter que ser operada tão subitamente. "Vocês já me perguntaram e eu já contei aqui em caixinha de perguntas que tinha intenção de trocar a minha prótese, que tenho silicone nos seios. Eu a tenho há 10 anos, e já estava na troca de mudar, mas não queria, porque queria ter filhos, e tudo mais. Quando amamentei, sabia que iria trocar, mas a minha intenção era fazer no segundo semestre, quando a Vicky já estivesse andando", relatou ela.

"Depois que parei de amamentar, senti que [a prótese] cedeu bastante. Até me perguntaram isso nas caixinhas de pergunta. Acho muito engraçado as pessoas terem coragem de perguntar essas coisas. Mas perguntaram porque dava para ver que cedeu bastante, e o problema não é estético, porque você coloca o sutiã e segura. O problema é que um dos lados cedeu mais, deslocou e me causa um incômodo de vez em quando. Fiquei preocupada do porquê estava sentindo isso", continuou.

"Fui ao médico nessa semana, e quis a opinião dele. Ele falou que está tudo certo por enquanto, mas que ele achava prudente fazer essa troca, porque é uma operação na mama inteira. Ele achou prudente fazer o quanto antes. Eu decidi fazer urgente porque meu marido está em casa e pode ficar com a Vicky. Eu não vou poder pegar ela no colo, e me sinto confortável em saber que ela tem o pai ali para dar a ajuda", explicou.

"Eu já tomei várias vezes anestesia, não sou uma pessoa medrosa para essas coisas de cirurgia. Mas estou muito aflita, é como se tivesse uma bolinha de tênis engasgada. É por causa da Vicky, por não poder pegá-la, mas tudo bem. O médico disse que depois de uma semana já poderei colocar ela no meu colo. Mas a gente sabe que tem uma pessoa que depende da gente. A gente morre de medo. Eu, que não era medrosa, estou meio assim. Não vou dizer que estou com medo, porque sou uma pessoa corajosa, mas estou me sentindo aflita. Nem consegui comer direito", completou Ana Paula Siebert.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários