MC Maylon tatuou o rosto de Anderson do Molejo no braço
Reprodução/Instagram
MC Maylon tatuou o rosto de Anderson do Molejo no braço


A irmã de Anderson Leonardo deu a sua versão do que aconteceu menos de 24 horas depois de Maycon Douglas Porto do Nascimento Adão  ter sido supostamente estuprado pelo vocalista do Molejo. Em depoimento, Riane Oliveira disse foi a uma festa com  MC Maylon logo depois que ele e seu irmão mantiveram relações sexuais. As informações são do Extra.

Na delegacia, Riani disse que, na noite de 11 de dezembro, ela e o MC estiveram em uma casa de shows na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. O encontro entre o rapaz e Anderson aconteceu na madrugada do mesmo dia, entre 1h34 e 2h32, no quarto 104 do Hotel Queen, em Sulacap.

Você viu?

Segundo o depoimento da moça, Maylon não reclamou de dores ou sangramentos e "dançou bastante, fez alguns passos onde agachava até quase sentar-se no chão", sem demonstrar tristeza. Riani disse que o rapaz não comentou nada sobre o suposto estupro para ela.

Anderson Leonardo diz que a relação entre ele e o Maylon ocorreu de "maneira consensual". Nos primeiros dias de janeiro,  o integrante do Molejo diz ter sido procurado por Jupira Pinto, mãe do MC, que teria o chantageado. Em entrevista ao Extra, no entanto, a dona de casa negou.

"Nunca houve chantagem. Quando eu fui conversar com ele, era para pedir que ele visse médico para o Maylon. Expliquei bem para ele, que Maylon precisava de médico depois que ele cometeu isso com o Maylon, que ele fez essa coisa horrorosa. O Anderson fez sem camisinha. Maylon de 21 anos. E Anderson com a idade que tem. Maylon nunca tinha tido parceiro. Falei para ele: eu não tenho condições de levar meu filho para fazer exames particulares. Então eu dependo da ajuda dos meus amigos, como está acontecendo agora", disse Jupira.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários