Anderson Leonardo pretende processar MC Maylon
Reprodução/Instagram
Anderson Leonardo pretende processar MC Maylon

Anderson Leonardo, o vocalista do Molejo, está sendo estupro pelo dançarino MC Maylon. A suposta vítima entregou à polícia a cueca que estaria usando no dia 11 de dezembro, quando eles estiveram no motel Queen, em Suculap, zona oeste do Rio de Janeiro.  Foi confirmado no laudo a presença de sangue e esperma na peça de roupa e a Polícia Civil ouvirá o depoimento dos funcionários do motel.

"Diligências estão sendo realizadas para esclarecer todos os fatos", disse a Polícia ao Uol. Sobre a comprovação de sangue e esperma na cueca de MC Maylon, a assessoria de Anderson disse que o que aconteceu entre eles foi uma relação consensual.

A equipe do pagodeiro também argumentou que MC Maylon frequentou shows do molejo depois do dia que o suposto estupro aconteceu. "Ninguém é violentado e guarda lembrança do ato, ninguém vai atrás do violentador curtindo shows e postando vídeos. Em todos os shows do Anderson após a data do suposto estupro, o garoto estava lá", disse a assessora.

A advogada de MC Maylon, Fêh Oliveira, argumentou que o dançarino continuou indo ao show da banda por motivos profissionais. "Ele continuou indo aos shows porque havia a promessa de apadrinhamento artístico, eles tinham uma relação profissional, uma coisa é a pessoa física, outra é o artista, ele precisava cumprir a agenda de compromissos e a mãe dele sempre esteve presente em tudo", disse.

Você viu?

A advogada também argumentou que o fato de Anderson ter negado a relação sexual com Maylon inicialmente é uma prova de que o estupro teria ocorrido. "Ele continuou indo aos shows porque havia a promessa de apadrinhamento artístico, eles tinham uma relação profissional, uma coisa é a pessoa física, outra é o artista, ele precisava cumprir a agenda de compromissos e a mãe dele sempre esteve presente em tudo", disse. 

Entenda o caso:

Segundo a denúncia feita por MC Maylon, ele e Anderson marcaram uma reunião de negócios no dia 11 de dezembro. O cantor teria então levado a suposta vítima para o motel Queen, no Rio de Janeiro, justificando que era "uma reunião sigilosa que pode mudar a sua carreira".

Já no estabelecimento, Anderson teria pegado celular do jovem e desligado. Após isso, ele teria jogado o rapaz na cama, despido ele e dado tapas no rosto da suposta vítima. O jovem diz que começou a chorar e foi xingado pelo vocalista que inciou as tentativas penetrá-lo.

O rapaz diz que chorava no momento e falava: "Para que sou virgem". Anderson teria consumado a penetração e depois do ato libidinoso teria percebido que o jovem era de fato virgem, pois ele teria sangrado muito durante o ato. Após isso, a suposta vítima diz que desmaiou e foi acordada pelo cantor.

MC Maylon prestou depoimento na delegacia e entregou supostas provas do crime. Entre os objetos que foram levados à polícia está a cueca do dançarino, que estaria suja de sangue e do esperma de Anderson. O vocalista do Molejo também prestou depoimento. Ele confirmou que teve relação sexual com Maylon, mas afirma que tudo entre eles foi consensual.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários