Marcius Melhem processa a revista e artistas que o criticaram nas redes sociais
Reprodução/RecordTV
Marcius Melhem processa a revista e artistas que o criticaram nas redes sociais


A Justiça de São Paulo decidiu que, no momento, não haverá audiência de conciliação no processo de Marcius Melhem contra a revista Piauí

"Tendo em vista as especificidades deste litígio, deixo de designar a audiência de conciliação, reservando a momento oportuno a análise da conveniência da audiência de conciliação e do mútuo interesse das partes. Não há prejuízo às partes tendo em vista que a conciliação pode ser realizada em qualquer fase do processo", afirma o auto.


Você viu?

Nos autos acessados pelo UOL, o advogado do ex-diretor da Globo pede indenizações e retratações públicas. Os procesos foram protocolados em meio a aacusações de assédio contra Marcius Melhem , divulgadas pela reportagem da Piauí.

A defesa do humorista também entrou com ação de indenização por danos morais e materiais contra a atriz Dani Calabresa . Além deles, foram movidas ações contra Danilo Gentili, Rafinha Bastos, Marcos Veras e Felipe Castanhari. 

Com pedido de R$ 200 mil, a revista foi acusada de danos morais, ofensa à honra e manipulação dos fatos. A defesa de Marcius Melhem não se pronunciou sobre o assunto.

Relembre o caso

A revista Piauí publicou em dezembro de 2020 uma matéria com relatos de pelo menos 12 mulheres que afirmam ser vítimas de Marcius Melhem , quando ele estava na direção da Globo . Sendo duas de assédio sexual, sete de assédio moral e três que sofreram os dois tipos de violência.

Além de denunciar Marcius, a reportagem também mostrou detalhes da atitude que a Globo teve com as denúncias de Dani Calabresa e de outras mulheres. O ex-diretor de humor da rede reconheceu os erros e assédios , mas afirmou que a denúncia da humorista era "fantasiosa".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários