João Augusto%2C Marina e Sofia Liberato%2C filhos de Gugu Liberato
Divulgação/GuguVive
João Augusto, Marina e Sofia Liberato, filhos de Gugu Liberato


A família e amigos de Gugu Liberato se reuniram na tarde desta quinta-feira (19), em São Paulo, para lançar uma campanha de incêntivo à doação de órgãos.  Em novembro de 2019, o apresentador sofreu um acidente doméstico e, após ter sua morte encefálica declarada pelos médicos, teve seus órgãos doados.

Para o lançamento da campanha #GuguVive, os três filhos de Liberato, João Augusto, Sofia e Marina, vieram dos Estados Unidos para o Brasil.  Além dos jovens, estiveram presentes também a mãe do apresentador, Maria do Céu, os irmãos, Amandio e Aparecida Liberato , e a amiga e assessora da família, Esther Rocha.

O objetivo da campanha é incentivar as pessoas a seguirem o exemplo do apresentador declarando-se doadoras. "Quem escolheu doar os órgãos não fomos nós, foi o Gugu. Ele falou em vida que queria e nós apenas consentimos. Não só a campanha, mas todo o movimento, surgiu a partir dele", disse Aparecida.

Emocionado, João falou do orgulho que sente do pai. "O objetivo da campanha é salvar vidas e que no futuro, com essa campanha, possamos ajudar a aumentar ainda mais os transplantes e as doações. Meu pai era muito generoso, ele sempre queria ver a felicidade. O fato de ele continuar ajudando pessoas, mesmo após a morte, isso nos conforta. Sinto meu pai, sinto a presença dele todos os dias. Esse sentimento me acalma. Com essa campanha, nós queremos lembrar que ele foi uma pessoa generosa, humilde, de bom coração".

Maria do Céu%2C mãe de Gugu Liberato
Divulgação/GuguVive
Maria do Céu, mãe de Gugu Liberato



Já Marina disse que Gugu deve estar muito feliz com a campanha. "A morte do nosso pai foi triste, mas a campanha deu uma alegria para nosso pai. Acho que meu pai está muito feliz com tudo isso acontecendo. Com a morte do meu pai, apesar de ser algo muito triste, ficamos mais unidos, eu, João e Sofia e acho que nosso pai está feliz com isso". Sofia completou: "Ele nunca ia querer que a gente ficasse triste, então estamos fazendo isso por ele".

A mãe de Gugu, Maria do Céu, disse que, no início, não encarou tão bem a decisão do filho, prinpalmente, pelos mitos cercam a doação de órgãos. "Quando pediram para doar os órgãos, eu não queria dar. Eu achava que ia tirar pedaços das pessoas e ela ia ficar deformada, mas depois aceitei e hoje estou feliz por tudo que ele pode ajudar", confessou.

"Eu acho que o Espírito do Gugu que fez a gente querer fazer essa campanha. Ele deve estar muito feliz com esta campanha, onde quer que ele esteja! A maior lição que ele me deixa é fazer o bem. Acho que ele deve estar muito feliz lá no céu, que é onde ele está", completou Maria do Céu .

    Veja Também

      Mostrar mais