Paulo Cupertino Matias,  acusado de matar o ator Rafael Miguel e os pais do ator  e que continua foragido, já entrou na lista dos mais procurados pela polícia . Segundo o G1, o homem, que é pai da menina que namorava o ator, fez um documento falso no Paraná. 

Paulo Cupertino Matias e Rafael Miguel
Reprodução/Instagram/Polícia Civil
Paulo Cupertino Matias fez documento falso

O suspeito do crime fez um RG falso na cidade de Jataizinho, no norte do Paraná. Para conseguir emitir o novo documento, ele usou um número de CPF e uma certidão de nascimento que tirou no interior do Mato Grosso, mas que já foram bloqueados. 

No documento falso, consta que Paulo Cupertino se chama Manoel Machado da Silva. Todos os outros dados do RG, como nome dos pais, local e data de nascimento, também são falsos. A única informação verdadeira é a impressão digital, que foi coletada no momento de emissão da identidade.

Relembre o caso

Paulo Cupertino Matias é acusado de matar Rafael Miguel e seus pais a tiros no dia 9 de junho de 2019, na zona sul de São Paulo. Segundo o Ministério Público, a motivação do empresário para cometer o crime foi o fato de que ele não aceitava o namoro da filha, Isabela Tibcherani, com o ator. Paulo está foragido desde o dia do crime e a polícia já realizou buscas por ele em mais de 300 endereços, em 10 estados brasileiros, na Argentina e no Paraguai.

    Veja Também

      Mostrar mais