Tamanho do texto

Rafael Miguel recebeu a maior parte dos disparos; pai da namorada do ator e apontado como responsável pelos assassinatos continua foragido

Laudo necroscópico concluiu que o comerciante Paulo Cupertino Matias , de 48 anos, disparou 13 vezes contra o ator Rafael Miguel e os pais dele no último domingo em São Paulo . O documento foi obtido pela TV Globo e divulgado na tarde deste sábado pela emissora. 

Leia também: “Rafael tentou proteger a mãe”, diz namorada de ator assassinado

Rafael Miguel
Reprodução
Rafael Miguel

Segundo a TV Globo , o laudo indica que a maioria dos tiros teve como alvo Rafael Miguel . Foram sete disparos, sendo um na cabeça, um no peito, três nas costas e dois no braço esquerdo. O pai do rapaz, João Alcisio, foi atingido quatro vezes e a mãe, Miriam Miguel, alvejada duas vezes.

Leia também: Namorada de Rafael Miguel pede medida protetiva contra seu pai

Os investigadores acreditam que, pelo número de tiros, Matias deve ter usado uma pistola. Ele está foragido. Em sua fuga, o criminoso usou ao menos dois carros. Os investigadores já sabem que uma parente do criminoso pagou pelo combustível.