Rita Cadilac está vivendo uma situação complicada financeiramente. Ela viu seus shows e outros trabalhos cancelados por causa da crise mundial de saúde e teve que recorrer ao auxílio emergencial do governo . Um grupo de amigos da ex-chacrete começou uma campanha de vaquinha online para ajudá-la, mas 12 dias após o início da arrecadação só foram levantados R$ 275. 

Rita Cadilac
Divulgação
Rita Cadilac está longe de bater a meta em sua vaquinha

O dinheiro arrecadado ainda está bem longe do ideal para Rita conseguir se manter. A meta da Vaquinha, que está disponível pela plataforma Apoia-se, é de R$ 4 mil mensais. Até o momento desta publicação, apenas duas pessoas contribuíram. 

"Nosso objetivo é auxiliar a atriz e cantora Rita Cadillac, personalidade paulistana que está precisando de nosso apoio nesse momento. Ela quer muito trabalhar e levar alegria aos seus fãs. Vamos mostrar para Rita que ser solidário é bom para o moral?", pedem os amigos da dançarina na plataforma. 

A vaquinha está funcionando com um esquema de recompensas, ao doar um determinado valor as pessoas ganham brindes em troca. Por R$ 25 ganha-se uma foto autografada, R$ 150 um jantar em uma pizzaria com Rita, R$ 250 um vídeo personalizado, R$ 1400 um jantar no apartamento da ex-chacrete e por R$ 4 mil um pocket show da artista.

Logo que recebeu o auxílio, Rita disse que só seria capaz de se manter por mais dois meses, com o dinheiro que tinha guardado. Segundo o jornal Extra, ela utilizou os R$ 600 que recebeu do governo para pagar parte da conta de luz e do condomínio do apartamento onde mora, no bairro da Santa Cecília, em São Paulo.

    Veja Também

      Mostrar mais