Maitê Proença compartilhou as opiniões dela sobre o governo Bolsonaro . A atriz e ativista ambiental criticou em entrevista ao jornal O Globo  a insuficiência do presidente para resolver os problemas do Brasil e falta de agenda do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles

Maitê Proença e Ricardo Salles
Reprodução/Instagram
Maitê Pronça critica Ricardo Salles


"Temos um ministro anti-meio ambiente, que trabalha contra a própria pasta. Pensa em aproveitar que ninguém está olhando para derrubar a Amazônia , flexibilizar as leis, anistiar as pessoas que cometeram crimes ambientais", critica Maitê .

A atriz ainda desabafa sobre as ações do ministério do Meio Ambiente  de  desmontar estruturas e leis de proteção ambiental e fala que Salles e sua equipe aproveitam a desinformação sobre a Amazônia para fazer isso. "As pessoas são desinformadas sobre a Amazônia, acham que manter a mata de pé é um capricho. Aliás, parece que tudo nesse governo virou um capricho: a floresta, a cultura".

Maitê critica Bolsonaro e diz que ele é um líder atrasado. A artista disse que  presidente "pensa com a cabeça do avô dele" e se declara perplexa com o Brasil ter escolhido Bolsonaro para o cargo de presidente . "Não há plano para a saúde, para miséria, só plano para destruir. Chamar esse governo de ultra direita é até uma ofensa para a direita". 

A atriz também critica a quantidade de militares em cargos públicos. "Nós já vimos esse filme e não queremos ele de novo. Quando as instituições democráticas estão sendo ameaçadas, todo mundo fica num medo profundo . O que vai acontecer com as liberdades individuais? Será que as pessoas que ainda apoiam esses descalabros querem, de fato, calar as instituições? Acham que deve ser todo mundo armado na rua fazendo a lei com suas próprias mãos?", reflete Maitê.

    Veja Também

      Mostrar mais