A atriz Lea Michele resolveu se pronunciar após Samantha Ware revelar nas redes sociais que  a artista transformou a vida dela em um “inferno” nos bastidores da série musical “ Glee ” e chegou a receber apoio de outros atores negros do elenco. Com a grande repercussão que o assunto teve, a interprete de Rachel resolveu pedir desculpas e dizer que tem repensado suas atitudes.

Samantha Ware e Lea Michele
Reprodução/Twitter
Lea Michele pede desculpas a Samantha Ware


“Uma das lições mais importantes das últimas semanas é que precisamos reservar um tempo para ouvir e aprender sobre as perspectivas de outras pessoas e sobre qualquer papel que tenhamos desempenhado ou qualquer coisa que possamos fazer para ajudar a solucionar as injustiças que elas enfrentam”, escreveu Lea Michele no começo do desabafo.

Ela explicou que quando postou uma mensagem de apoio a  George Floyd, homem negro que morreu após ser abordado de forma abusiva por um policial branco, queria demonstrar apoio as pessoas negras, mas a publicação acabou tomando outras proporções. “As respostas que recebi me fizeram também focar especificamente em como meu comportamento em relação aos meus colegas de elenco foi percebido por eles.”

Na acusação, Samantha contou que Lea chegou a dizer que “cagaria na peruca” dela e a atriz disse que não se recorda desse episódio. “Embora eu não me lembre de ter feito essa afirmação específica e nunca tenha julgado os outros pelo background ou pela cor da pele, esse não é realmente o ponto, o que importa é que eu claramente agi de uma maneira que magoava as outras pessoas”, declarou.

Leia também: Jornalista da Globo faz desabafo ao vivo sobre racismo: "Não é vitimismo"

Por fim, Lea Michele pediu desculpas: “Se foi a minha posição e perspectiva privilegiada que me levou a ser percebida como insensível ou inadequada às vezes, ou se era apenas minha imaturidade que me levou a ser desnecessariamente difícil, peço desculpas pelo meu comportamento e por qualquer dor que tenha causado. Todos nós podemos crescer e mudar, e eu definitivamente usei esses últimos meses para refletir sobre minhas próprias falhas”.

    Veja Também

      Mostrar mais