Luiza Ambiel ainda é muito lembrada por sua participação na banheira do Gugu, grande sucesso da TV nos anos 90. Mas isso não é um problema para a atriz, que guarda com carinho esse trabalho.

Leia também: Musa da "Banheira do Gugu", Luiza Ambiel relembra encontro com apresentador

Luiza Ambiel
Divulgação/RedeTV
Luiza Ambiel


“Passei muita necessidade na infância. Cheguei a passar fome! Resolvi vir para São Paulo para trabalhar na TV e conseguir pagar meu curso de atriz. Quando entrei para o meio artístico, meus amigos faziam vaquinha para eu poder pagar o ônibus e vir para São Paulo gravar. Até que surgiu a ideia de fazer A Banheira do Gugu. Ninguém sabia ao certo o que iria acontecer, mas foi uma explosão. Eu era chamada nos bastidores de ‘a mulher que derruba a Globo’. Toda vez que o Faustão encostava com a gente na audiência, o Gugu liberava o quadro e a gente disparava na frente. Além da fama, ganhei muito dinheiro, não foi pouco, não. Então, você acha que eu iria me preocupar com a opinião ou julgamento das pessoas? Se hoje tenho a vida que tenho, devo tudo a banheira”, conta ela em entrevista à revista Quem .

Leia também: Ex-banheira do Gugu desmaiou ao saber da morte do apresentador

Ainda na entrevista, Luiza disse que sofreu muito assédio no passado. “Quando começou a ficar muito forte a fama, tinha que andar na rua com muitos seguranças. Lembro de um evento que colocaram seguranças de fora a fora no palco, além de cães de guarda. Mesmo assim, os caras subiam pelas costas da equipe para chegar perto de mim”, relembra.

Ainda hoje a ex-banheira do Gugu segue sendo muito assediada, inclusive por mulheres. “Recebo muitas cantadas de famosos no direct com conta verificada do Instagram. Claro que é menos. Antes era todo dia, agora uma vez por semana. Agora de fãs recebo toda hora, principalmente de mulheres, que vivem mandando nudes.”

Leia também: Thiago Salvático, suposto namorado de Gugu, desiste de briga pela herança

Atualmente, Luiza Ambiel está no programa "Made in Japan", da Record TV , alem de ter planos para o teatro e para seu canal no YouTube. Se ganhar o prêmio de R$ 500 mil, ela, que tem uma filha de 12 anos para criar, garante: "Vou ficar bem quietinha e guardar. Ajudar mesmo só os meus pais e talvez dar um tapinha na casa, mas sem esbanjar.”

    Veja Também

      Mostrar mais