“Gosto de levar conhecimento e verdade para os meus seguidores”, diz a bailarina Aline Riscado, de 32 anos, logo no começo da nossa conversa. Desde o início da quarentena , a bailarina carioca se transformou numa espécie de “rainha das lives” no Instagram, abordando temas variados como treinos, exercícios infantis, religiosidade e até meditação.

Leia também: Totalmente nua, Aline Riscado curte dia ensolarado em cachoeira: "Liberdade"

Aline Riscado
Reprodução/Instagram/@aline_riscado
Aline Riscado já fez inúmeras lives na quarentena


“Astrologia, física quântica e os tempos atuais são outros assuntos que gosto bastante de tocar nos meus vídeos, e venho buscando pessoas com maior propriedade para falar. É sempre com o intuito de ensinar e não trazer mais desespero para as pessoas”, afirmou Aline Riscado .

Rainha das lives

Desde que a quarentena começou, Aline vem se dedicando a levar um conteúdo diversificado aos seus seguidores. “Meu objetivo é levar entretenimento. Esse projeto vem sendo muito especial, um trabalho de luz porque consigo unir isso com a minha vontade que tinha de não ficar parada. Confesso que já perdi as contas, acredito que tenham sido mais de 200”, contou.

Levando um estilo de vida saudável, a bailaria deixou claro que está contente com seu corpo. “Amo o meu corpo e me amo em todos os sentidos. O amor próprio é a base de tudo e, por isso, busco me amar do jeitinho que sou, às vezes mais magra, menos magra, mais forte ou menos forte, não mudaria nada”, afirmou Aline que também confessou que já recorreu a estética.   

Leia também: Pelada, Aline Riscado posta foto em cachoeira e pede: "Sigam firme em casa"

“Já fiz procedimentos mais invasivos, sim! Acredito que a estética consciente está aí para ser usada, a gente tendo profissionais de confiança e bom senso podemos usá-la para elevar nossa autoestima. Já coloquei silicone no peito e também aplico Botox desde os 26 anos como medida preventiva as rugas.”

Amor e sexo

Aline Riscado
Reprodução/Instagram/@aline_riscado
Aline Riscado falou que está bem sem sexo na quarentena

Sobre a vida amorosa, a bailarina deixou claro que está em uma das suas melhores fases: “Somos seres humanos, e, às vezes, bate carência e posso sentir falta de ter alguém. Mas, não é do sexo que sinto falta, está mais relacionado a companhia de uma pessoa para ver um filme, dar risadas, receber uma massagem e um abraço nos dias que estiver mais para baixo”. 

Leia também: Henri Castelli e Ivy Moraes são flagrados furando a quarentena juntos

A falta de sexo na quarentena não tem sido um problema. “Em relação ao lado sexual, estou lidando muito bem com isso. Gosto muito de transar e sou uma pessoa sexualmente muito bem resolvida e se tiver que fazer sexo sozinha, eu faço. Mas não fiz nenhuma vez nessa quarentena, estou muito bem e não venho sofrendo por causa de sexo, graças a Deus”, garantiu Aline Riscado .  

    Veja Também

      Mostrar mais