O cantor Seu Jorge resolveu esclarecer os rumores de que seria “bolsominion” – termo usado por pessoas contra Jair Bolsonaro para se referir de forma pejorativa a quem apoia o atual presidente. Em uma live no Instagram, o artista explicou que apenas não quis julgar o atual presidente no início do mandato e deixou claro que nunca o apoiou.

Leia também: Rodrigo Bocardi confunde UTI com Itu e vira piada no "Bom Dia SP" e na web

Seu Jorge, Bolsonaro
Reprodução/Instagram
Seu Jorge garante que nunca apoiou Bolsonaro


Leia também: Monalisa dá bronca em Caio Coppolla após declaração: "Não sou da sua laia"

Na live, Seu Jorge disse o seguinte: “Tem um povo aí dizendo que eu sou ‘ bolsominion ’, eu não sou gente, não tem menor condição. Eu não ia criticar uma coisa que não dava para fazer crítica, falei que era cedo para dizer, eu não tinha nada para dizer. Eu tinha acabado de chegar no país também, não acompanhei o processo, acompanhei de longe, eu estava mixando um disco nos Estados Unidos durante toda a eleição, foi uma tristeza. Fiz campanha contra, lutei buscando voto”.

O artista também pediu calma e declarou que candidato apoiou nas eleições: “Não briguem entre vocês não porque eu estou contra, eu sou contra esse homem. Eu sou Ciro, gente, sou outra cabeça”.

Leia também: Zé de Abreu ameaça Regina Duarte: "Sei o que fizemos na sua casa"

O ator José de Abreu , que é extremamente contra ao atual governo, achou a atitude do cantor controversa e detonou o artista nas redes sociais: “Esse Seu Jorge foi meu amigo: não vale a merda (importada) que come”. Por outro lado, boa parte dos seguidores acreditam no que foi dito pelo cantor e estão elogiando o fato dele ter se posicionado.




    Veja Também

      Mostrar mais