O cantor e compositor Moraes Moreira foi encontrado morto na madrugada desta segunda-feira (13) em sua casa no Rio de Janeiro. O artista tinha 72 anos e a causa da morte, segundo divulgado por sua assessoria de imprensa, foi um Infarto Agudo do Miocárdio. Com mais de 60 discos gravados em toda carreira, o cantor ficou conhecido por integrar o conjunto Novos Baianos .

Leia também: TV Brasil gera polêmica ao "censurar" música de Arnaldo Antunes

Moraes Moreira arrow-options
Reprodução/Instagram
Moraes Moreira morre aos 72 anos


Eduardo Moraes, irmão do cantor, disse ao G1  que a morte de  Moraes Moreira pegou a família de surpresa: "A gente não sabe direito o que ocorreu. Nem eu, nem as irmãs sabemos". O cantor foi encontrado morto logo cedo, quando a emprega doméstica chegou para limpar o apartamento. Segundo o irmão, ele morava sozinho.

Trajetória do artista 

A carreira do cantor e compositor começou como tocador de sanfona de doze baixos nas tradicionais festas de São João e outros eventos típicos na sua cidade natal, Ituaçu, na Bahia. Foi na adolescência que ele aprendeu a tocar violão e, em paralelo a isso, estudava ciências em Caculé, outro município baiano.

Leia também: "Dá força para a sua mãe namorar", aconselha Zabelê, filha de Baby do Brasil

Com 19 anos, ele se mudou para Salvador e passou a estudar no Seminário de Música da Universidade Federal da Bahia, local em que conheceu Tom Zé, Luiz Galvão e Paulinho Boca de Cantor Moraes. Em 1968, os artistas criaram um espetáculo que acabou dando origem aos Novos Baianos, grupo no qual Baby Consuelo (agora Baby do Brasil) e Pepeu Gomes também fizeram parte.  

Novos Baianos arrow-options
Reprodução
Novos Baianos foi um conjunto musical brasileiro que nasceu na Bahia no início da década de 70


O disco de estreia foi “Ferro na boneca”, mas o álbum que consagrou os Novos Baianos foi o “Acabou chorare”, de 1972. O grupo marcou uma década com um trabalho que misturava samba, rock, bossa nova, frevo, choro e baião. Moraes Moreira ficou no grupo de 1969 a 1975 e depois seguiu carreira solo. Em 1976, ele fez história ao ser o primeiro cantor a subir em um trio elétrico de Dodô e Osmar e cantou o sucesso “Pombo Correio”.

O grupo Novos Baianos se reencontrou em 1997 para lançar um disco ao vivo com os grandes sucessos e também com novas composições. Dez anos depois, em 2007, ele lançou o livro “A História dos Novos Baianos e Outros Versos” em formato de cordel contando a história do grupo.  

Leia também: Pandemia não vai afetar cronograma de "Guardiões da Galáxia 3", diz diretor

A última postagem de Moraes Moreira nas redes sociais foi em março fazendo uma reflexão sobre a pandemia do novo coronavírus.

    Veja Também

      Mostrar mais