Após confessar já ter namorado homens , Reynaldo Gianecchini não está gostando de ver seu nome atrelado a rótulos sobre sua orientação sexual. Em entrevista à trimestral Pop-se, o ator afirmou: "Não assumi que sou gay. Falei que sou tudo".

Reynaldo Gianecchini arrow-options
Reprodução/Instagram
Reynaldo Gianecchini


Reynaldo Gianecchini explicou que não é obrigado a definir sua sexualidade e que isso, de certa forma, é um ato político pré-julgado pela sociedade conservadora que não sabe refletir sobre as coisas.

Leia também: Gianecchini teria consultado Globo antes de assumir sexualidade, diz programa

"Cabe tudo dentro de mim, não me encaixo em nenhuma gaveta. É uma atitude política falar isso hoje em dia. A sociedade é muito careta. O Brasil é um país preconceituoso, racista e reprimido", disse.

O ator da Globo disse ainda que nunca se sentiu reprimido em expor sua vida pessoal, mas que preferiu falar desses assuntos agora para por fim nas especulações sobre sua vida sexual .

Leia também: Reynaldo Gianecchini faz aniversário e garante que não tem medo de envelhecer

"A gente tem umas partes escondidas da gente, e muitas delas são de vergonhas que a gente tem de assumir quem a gente é. Falei porque não tenho mais vergonha nem medo de ser quem eu sou, ou de lá na Globo alguém falar que não é legal que se tenha falado disso. Honestamente, acho até que me coloca em outro patamar como artista", disse Reynaldo Gianecchini .

    Leia tudo sobre: gay

    Veja Também

      Mostrar mais