Segundo informações do site Notícias da TV , o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo cassou a decisão de pagar uma pensão mensal de R$ 100 mil para Rose Miriam. O desembargador Galdino Toledo entendeu que Gugu e Rose não tinham uma união estável depois de ver um documento de acordo assinado pelos dois sobre a criação dos três filhos juntos. A decisão foi tomada nesta quarta-feira (5).

Leia também: Ex de Gugu ataca Rose Miriam: "Crianças não merecem essa situação"

Rose Miriam Di Matteo e Gugu Liberato arrow-options
Divulgação
Rose Miriam Di Matteo e Gugu Liberato



Leia também: Gugu Liberato: entenda a disputa pela herança do apresentador

Apesae disso, Rose Miriam ainda poderá pedir recurso na Justiça sobre a decisão do desembargador. No "Fofocalizando" desta quinta-feira (5), o advogado da viúva disse que o testamento tem pouco valor porque foi escrito em 2011, época em que o casamento de Gugu estava em crise.

Leia também: Rose Miriam abre o coração sobre relacionamento com Gugu

"Tem lógica? Em 2011, o casamento estava em crise e naquele momento estava ruim a situação. Ela estava internada com depressão aguda. Aí o Gugu faz um testamento. Ele não achava que ia voltar, voltam às pazes e Gugu esqueceu de atualizar o testamento", alega, afirmando que Gugu tinha, sim, uma união estável com Rose Miriam.

    Veja Também

      Mostrar mais