Tamanho do texto

As duras críticas de Felipe Neto ao conservadorismo e acusações sobre "explorar a fé" levaram o youtuber aos tribunais contra Silas Malafaia

Desde 2017, Felipe Neto brigava na Justiça com Silas Malafaia por conta de uma das suas alfinetadas ao conservadorismo onde disse que o pastor "explora a fé das pessoas para enriquecer". Agora, ambos fizeram um acordo que exige que o Youtuber grave um vídeo sobre Malafaia.

Leia também: Felipe Neto diz que Carlos Bolsonaro ameaçou sua mãe e ele rebate: "Histérico"

Felipe Neto arrow-options
Reprodução/Instagram
Felipe Neto e Silas Malafaia


Na época em que começou o processo, Felipe Neto disse que Malafaia estava querendo condená-lo à prisão. 

Leia também: Felipe Neto critica Carlinhos Maia após polêmica com obra de arte vandalizada

Silas Malafaia está me processando criminalmente, buscando minha condenação à prisão, simplesmente por eu ter acabado com seu esquema de boicotes a empresas que apoiam causas LGBT . Meu vídeo continua no ar, minha luta contra o processo será até o fim”, escreveu.

Leia também: Felipe Neto desabafa em rede social: "Estou com vontade de desistir"

Mas, de acordo com o colunista do O Globo Lauro Jardim, os dois acabaram de entrar em um acordo. Até a próxima sexta-feira (8), o  Felipe Neto  deverá gravar um vídeo dizendo o seguinte: “Em acordo na queixa-crime (…), venho esclarecer que: eu critico a postura e não concordo com muitas coisas que o pastor Silas Malafaia fala, mas não posso provar e afirmar que ele enriquece através de fiéis.“