Tamanho do texto

Ela também conta que já dormiu com sete homens no mesmo dia

IstoÉ

Andressa Urach foi a convidada dessa quarta-feira (9) do programa Pânico, na rádio Jovem Pan. Dentre os diversos assuntos tratados, a modelo, que está divulgando seu segundo livro "Desejos da Alma", falou que não mudaria o estilo de vida se não tivesse passado pelos obstáculos que passou.

Leia também: Polêmica! Conheça as duas fases de Andressa Urach

Andressa Urach arrow-options
Reprodução / Instagram / Andressa Urach
Andressa Urach relembra o passado


Leia também: Solteira, Andressa Urach aconselha: "Nunca ouça teu coração"

“Não mesmo! Eu estaria morta ou em um presídio, porque eu namorava chefe de facção ! Eu estaria vivendo aquela vida se não fosse os problemas de saúde que tive. Acho que estaria em um presídio… Gente, eu namorava um chefe de facção. Estou viva pela misericórdia de Deus”, afirmou Andressa Urach .

“Acredito que estaria no hospício porque eu ouvia vozes, via vultos e usava drogas. Eu estaria internada ou morta. Nem viva estaria… O meu antigo namorado morreu com 70 tiros de fuzil em um carro blindado. Eu provavelmente estaria com meu filho lá dentro. Era para ele ser um futuro bandido”, completou.

Leia também: Andressa Urach é excluída de documentário sobre o Miss Bumbum

Além disso, ainda na entrevista, Andressa Urach falou também sobre já ter dormido com sete homens em um único dia.