Morreu nesta quinta-feira, aos 71 anos, o jornalista José de La Penã Neto. O profissional ganhou notoriedade no Rio de Janeiro pela atuação em redações e principalmente em trabalhos relacionados à assessoria de imprensa.

Leia também: Jornalista Fernanda Alves descobre que ex ameaçou funcionário com facão

jornalista José de La Penã
Divulgação / Redes sociais
jornalista José de La Penã

José La Peña Neto administrava a Monte Castelo Ideias, empresa fundada há 26 anos e que atendeu mais de 500 clientes. Por meio da empresa, ele prestou assessoria a políticos, empresários e grandes empresas. Na cartela de clientes do  jornalista , figuraram companhias do tamanho da Odebrecht e da extinta Vasp.

Leia também: Ao vivo, jornalista da Globo chora ao falar da criminalidade no Rio

O prestígio na carreira garantiu a de La Peña Neto homenagens prestadas pela Câmara de Vereadores do Rio. A Casa concedeu a ele o título de comendador e promoveu uma moção de louvor e reconhecimento em 2015.

O comunicador que morreu também atuou no nicho editorial, nos bastidores dos processos criativos de mais de 20 livros lançados com o selo da Monte Castelo. A equipe dele chegou a contemplar mais de 50 profissionais de diferentes setores.

José La Peña Neto deixa dois filhos. Ainda não há informações sobre o velório.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários