Tamanho do texto

Sem muitos holofotes, Meghan Markle entrou em trabalho de parto do seu primeiro filho e o casal real optou por mais privacidade nesse momento

Meghan Markle  , a duquesa de Sussex e mulher do príncipe Harry , entrou em trabalho de parto nesta segunda-feira (6) e deu à luz a um menino. O casal real decidiu manter a privacidade sobre o nascimento do seu primeiro filho para curtir a novidade em família antes de torná-la pública.

Leia também: Meghan Markle deve usar licença maternidade para evitar encontro com Trump

Meghan Markle está em trabalho de parto
Reprodução/Instagram
Meghan Markle está em trabalho de parto, de acordo com imprensa

Por isso, não foi oficialmente divulgada a data prevista para o parto. O Palácio de Kensington disse apenas que o nascimento era esperado para a primavera de 2019 no Hemisfério Norte, ou seja,  entre março e junho.

Na última semana, pessoas próximas a Meghan — incluindo a sua mãe, Doria Ragland, e sua maquiadora pessoal — chegaram ao Reino Unido, levantando rumores de que o nascimento estava próximo. Na Páscoa, a rainha Elizabeth visitou Harry e Meghan, fazendo muita gente suspeitar de que o bebê já tinha nascido.

Entretanto o nascimento acoteceu nesta manhã de segunda-feira e foi anunciado pelo Instagram oficial de Megan e Harry que é um menino. "A Duquesa e o bebê estão saudáveis e bem, e o casal agradece ao público pelo entusiasmo e apoio compartilhados durante esse momento tão especial de suas vidas", foi escrito na legenda. 


O filho do casal será o sétimo bisneto da rainha, que é avó de Harry, e também o sétimo na linha de sucessão para o trono. Para especialistas, o bebê levará representatividade racial à realeza, embora não seja exatamente o primeiro integrante inter-racial da realeza britânica.

Leia também: Rainha Elizabeth II proíbe Meghan Markle de usar jóias da princesa Diana

A duquesa de Sussex, que tem 37 anos, anunciou em outubro do ano passado que esperava o primeiro filho, cinco meses depois de selar a união com o príncipe Harry no Castelo de Windsor.

Já que Harry e Meghan são um casal menos tradicional dentro da realeza britânica, é possível que o nome do seu futuro bebê tenha também um toque de novidade. Uma das muitas apostas no Reino Unido ao longo dos últimos meses era que o primeiro nome não fuja das escolhas mais tradicionais — como Phillip, se for menino; ou, para uma menina, Alice ou Diana, em homenagem à mãe de Harry.

Leia também: Príncipe Harry cancela compromisso oficial e infla boatos sobre chegada do bebê

Aliás, toda a criação do bebê de Meghan Markle pode vir a ser acompanhada pelos britânicos, exibindo novas tendências sociais menos conservadoras. Resta saber quão reservada será a nova família, uma vez que esta é uma preocupação antiga de Harry e do seu irmão, cuja mãe, Diana, sofreu muito com a perseguição implacável de fotógrafos ao seu redor.