Tamanho do texto

Em entrevista a Liam Bartlett, atriz deu declarações polêmicas sobre o movimento criado contra abusos sexuais, mas se diz feminista; leia mais

Em entrevista para Liam Bartlett, Pamela Anderson deu uma declaração um tanto quanto polêmica e criticou o #MeToo, movimento criado após denúncias de abuso sexual de  Harvey Weinstein em Hollywood, que serviram de estopim para outras acusações.

Leia também: Aos 50, Pamela Anderson provoca com foto de lingerie na web

Pamela Anderson detona #MeToo e diz que onda de feminismo
Reprodução/Instagram
Pamela Anderson detona #MeToo e diz que onda de feminismo "é uma chatice"


"Provavelmente eu serei morta por dizer isso", disse Pamela Anderson . "Ninguém me forçou a fazer nada. Acho que feminismo pode ir longe demais. Acho uma chatice. Paralisa os homens e esse movimento #MeToo é demais para mim", continuou ela, que se declarou feminista.

Leia também: Pamela Anderson revela ter participado de orgia na Mansão Playboy


A atriz ainda continuou. "Minha mãe me disse para não ir para um motel com um estranho. Se uma pessoa atender a porta com um roupão quando deveria ser uma reunião de negócios, talvez você deva ir com outra pessoa". Nesse momento, ela foi interrompida pelo apresentador, que questionou se ela falava especificamente sobre o caso de Harvey Weinstein. "Sim. Algumas coisas são bom-senso. Se você entrar, consiga o trabalho", completou aos risos. "Sou canadense, eu digo o que penso. Não sou politicamente correta", finalizou Pamela.

Leia também: Rose McGowan se volta contra o #MeToo e acusa movimento: "É tudo mentira"

Recentemente, assim como Pamela Anderson , Rose McGowan tambémfalou algumas coisas contra o movimento #MeToo. "Eu acho que eles [os membros do #MetToo] são uns cretinos", comentou ela. "Eles não são campeões, são perdedores. Eu não gosto deles. Como você explica o fato de que ganhei um prêmio de 'homem do ano' da GQ, mas nenhum grupo de mulheres ou revista de mulheres me apoiou?", completou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.