Tamanho do texto

Pabllo Vittar tem conta no YouTube hackeada; clipe da música "K.O." foi apagado e foi postada uma foto de Jair Messias Bolsonaro

O canal do YouTube  de Pabllo Vittar sofreu modificações após ter sido invadido em um ataque hacker . Dentre elas, a exclusão do clipe da música K.O. e a inclusão de uma foto do deputado Jair Messias Bolsonaro (PSC - RJ) sem camisa na imagem de exibição da conta.

Leia também: Chocantes, as Drag Queens chegaram para virar a cultura pop de cabeça para baixo

Canal de Pabllo Vittar no YouTube é invadido por hackers e sofre alterações
Reprodução/Youtube
Canal de Pabllo Vittar no YouTube é invadido por hackers e sofre alterações

O canal de Pabllo Vittar foi alterado na madrugada entre domingo (27) e segunda-feira (28). Além da exclusão do clipe de K.O. , que já contava com milhões de visualizações, três outros vídeos foram incluídos. Os vídeos de  Meu Caterpie e O Cancro (feat. Inês & Bolsonaro) já contam com mais de 65 mil visualizações. 

Leia também: Pabllo Vittar confessa ter já ter ficado com o namorado da irmã

Mansão Loli (Feat Alok & Ivete Sangalo) mostra algumas imagens do clipe da música Open Bar , da drag queen, mas teve seu áudio modificado. A letra da canção também foi incluída na página e contém trechos ofensivos, como "Pergunta pra ela que ela responde sem caô: / Prefere um de 12 anininhos / Ou um pedofag com ficha de abusador".

Canal de Pabllo Vittar no YouTube sofre modificações após ataque hacker
Reprodução
Canal de Pabllo Vittar no YouTube sofre modificações após ataque hacker

A descrição dos vídeos Meu Caterpie - um pokémon - e O Cancro  trazem a informação de que a página foi hackeada pelo grupo hacker @Sh4dowNetwork. Entretanto, no Twitter, o grupo afirmou que não tem nenhum tipo de relação com o ataque.

Leia também: Veja os bastidores do clipe Sua Cara de Anitta e Pabllo Vittar com Major Lazer

Mais tarde, o grupo divulgou informações sobre o suposto autor do ataque. Alguns dados pessoais do cantor também foram divulgados nas redes sociais. Até o momento, o YouTube não se manifestou sobre a recuperação do vídeo excluído e Pabllo Vittar ainda não comentou o ataque.

    Leia tudo sobre: Músicas