Tamanho do texto

A cantora é discreta sobre as ações sociais das quais participa, mas lhe renderam o prêmio concedido anualmente na universidade de Harvard

A galeria de prêmios de Rihanna está prestes a ganhar mais uma honraria – e dessa vez a cantora não foi reconhecida por seu trabalho como artista, mas por seu envolvimento com questões humanitárias. Riri foi nomeada para o prêmio “Humanitária do Ano”, concedido pela tradicional e prestigiada universidade de Harvard nos Estados Unidos.

Leia mais: E o melhor cover de Rihanna vai para... um papagaio?

Rihanna foi escolhida pela Universidade de Harvard para receber prêmio por causas humanitárias que criou
Divulgação
Rihanna foi escolhida pela Universidade de Harvard para receber prêmio por causas humanitárias que criou


Causas sociais

Além de ser um dos maiores nomes da música na atualidade, Rihanna é discreta, mas a morena trabalha em prol de diversas causas humanitárias . A cantora foi responsável por criar um centro de tratamento e diagnóstico de câncer em Barbados, seu país natal, voltado especialmente para o câncer de mama. Ela também fundou um projeto de incentivo e auxílio à alunos do Caribe que cursam faculdades nos Estados Unidos chamado “ Clara and Lionel ” em homenagens aos seus avós.

Leia mais: Empoderada, Rihanna encarna personagem histórica em ensaio fotográfico

O diretor de Harvard , S. Allen Counter , divulgou uma nota comentando a escolha de Riri para a honraria de personalidade “Humanitária do Ano”: “Rihanna fez voluntariamente um centro de oncologia e medicina nuclear para diagnosticar e tratar câncer de mama no hospital Queen Elizabeth em Bridgetown, Barbados. Ela também criou o ‘Clara e Lional Foundation Scholarship Program’ (em tradução livre “Programa de Escolaridade Clara e Lionel”) [batizado em homenagem à sua avó e seu avô] para estudantes que frequentam a faculdade nos Estados Unidos vindos de países do Caribe, e também apoia o ‘Global Partnership for Education’ (“Parceria Mundial para Educação”) e o ‘Global Citizen Project’ (“Projeto Cidadãos Globais”), uma campanha que atravessa os anos que irá providenciar acesso à educação para crianças em mais de 60 países em desenvolvimento, dando prioridade para meninas e para aqueles que sofrem com a falta de oportunidades de ter educação no mundo de hoje”.

Leia mais: Rihanna vira meme depois de ser pega no flagra com bebida no Grammy

Rihanna vai receber o prêmio pessoalmente na próxima terça-feira (28) no campus da universidade de Harvard, em Massachussetts. Alunos da instituição podem assistir a cerimônia, porém as vagas para o evento são limitadas. A honraria concedida pela universidade já homenageou personalidades como Malala Yousefzai e o ator James Earl Jones .

    Leia tudo sobre: Rihanna