Marilyn Manson, Justin Bieber e Kanye West
Reprodução/Twitter
Marilyn Manson, Justin Bieber e Kanye West

Kanye West  volta a organizar o projeto Sunday Service, inicialmente idealizado com sua  ex-mulher, Kim Kardashian. O encontro tem um coro musical e artistas convidados para cantar músicas gospel. Mas o encontro da jam realizada neste domingo (31) de Halloween chamou a atenção inicialmente por um convidado inusitado:  Marilyn Manson. O roqueiro de 52 anos é acusado por diversas mulheres de assédio, estupro e agressão.

Além dele,  Justin Bieber também participou. Todos os participantes usavam roupas brancas. Enquanto Marilyn cobria parte do rosto com uma máscara, Kanye estava de sobrancelhas raspadas e Bieber de capuz. Justin aproveitou e fez uma pregação. 

"Obrigado pelo seu espírito santo que habita em nós. Obrigado por sua majestade. Obrigado pelas estrelas, pelos pássaros, e pelas montanhas, os vales e os oceanos. Deus, obrigado por suas pessoas. Obrigado por você nunca nos deixar ou nos abandonar. Obrigado por nunca podermos ser mais amados do que somos agora nesse momento. Envolva-nos em seu amor. Mostre-nos quem você é. Obrigado por este momento (duas vezes). Eu venho contra qualquer mentira do inimigo, qualquer temor nós amarramos em nome de Jesus. Seu nome está acima de tudo. O nome de Jesus está acima de tudo. Expulsamos qualquer atividade demoníaca que tentaria roubar nossa paz hoje, ou nossa felicidade. Agradecemos sua presença hoje, espírito santo. Em nome de Jesus."

O Sunday Service foi transmitido online e não demorou muito para que os internautas taxassem o encontro entre os três - especialmente a presença de Marilyn Manson em uma sessão gospel - como "rolê aleatório".

Leia Também

Leia Também





    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários