'Sou americano, faço o que quero', diz ator de 'Round 6' durante discussão
Divulgação
'Sou americano, faço o que quero', diz ator de 'Round 6' durante discussão


Diante do atual sucesso de "Round 6", uma antiga polêmica envolvendo o ator americano Geoffrey Giuliano, que ganhou notoriedade por seu papel de VIP no K-drama, foi resgatada por internautas.


Num vídeo filmado pelo cliente de um supermercado na Tailândia em 2017, Giuliano aparece xingando o homem que gravava a cena e usando sua nacionalidade como justificativa para fazer o que quisesse. "Vá se f*, ok? Vamos deixar bem claro", disse ele. "Sou americano, faço o que quero, somos os reis do mundo, ok?", afirmou.

Leia Também

Internautas que assistiram à obra de Hwang Dong-hyuk e se depararam com o vídeo logo notaram as semelhanças entre o comportamento do ator e de seu personagem, um americano rico que menospreza outras pessoas e não tem limites para seu propósito, que, no caso da série, é se divertir com os jogadores pobres apostando suas vidas por um prêmio milionário.

"O engraçado é que seu trabalho de ator era desajeitado, mas sua vida real é uma loucura horrível", afirmou um usuário do Twitter. "Falando em Squid Game, não parece que interpretar um idiota imperialista ocidental/americano e excepcionalista exigiu muito da atuação para 'VIP #4'", postou outro. "VIP #4 é um americano que faz o que quer e é o rei do mundo", criticou mais um.

À época, o autor das imagens, que optou por preservar sua identidade, contou ao "Daily Mail" que Giuliano teria não apenas entrado em sua frente na fila do caixa, específico de compras de até 10 produtos, como também levado consigo cerca 25 itens.

O homem disse que o ator começou a agir agressivamente após ouvir sua reclamação. Por isso, explicou ter pego o celular para filmá-lo, enquanto o alertava que pretendia depois publicar o arquivo nas redes sociais. "Você não está me intimidando com essa câmera, eu sou um ator", afirmou Giuliano, que estaria acompanhado da mulher.

Segundo o cliente do supermercado, a esposa do ator parecia "envergonhada" pela atitude do marido. "Ninguém tem o direito de agir assim. Mas eu acho que as celebridades e atores de Hollywood estão loucos agora. Eles acham que podem fazer e dizer o que quiserem e, de alguma forma, ainda estão certos", acrescentou.

Ainda de acordo com o "Daily Mail", essa não foi a primeira polêmica de Giuliano. Ele se envolveu num caso de roubo de fotos do casamento de John Lennon e Yoko Ono, estimadas em 100 mi libras (R$ 770 mil na cotação atual) . O esquema de venda das imagens foi descoberto quando um repórter disfarçado fingiu que era um comprador.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários