Tamanho do texto

Em "Who Build the Moon?", seu 3º CD com os High Flying Birds, ex-líder da banda britânica assusta fãs ao se reinventar com sonoridade "diferentona"

Novo CD de Noel Gallagher High Flying Birds,
Divulgação
Novo CD de Noel Gallagher High Flying Birds, "Who Build the Moon?" foi lançado na última sexta-feira (24)

Desde a extinção do Oasis, em meados de 2009, Noel Gallagher nunca esteve tão perto de sua antiga banda como está agora. E nem tão distante.

Leia também: Com novo disco, Tove Lo se consagra a mais representativa voz de sua geração

Perto porque o cantor e compositor britânico conseguiu reunir sob as asas de seu projeto High Flying Birds dois de seus ex-colegas de Oasis: o guitarrista Gem Archer e o baterista Chris Sharrock. E longe porque o terceiro álbum de Noel Gallagher , “Who Build the Moon?”, lançado na última sexta-feira (24), soa como a renúncia definitiva à sonoridade que o consagrou ao lado do irmão Liam nos anos 1990.

O novo CD chegou às lojas e aos serviços de streaming coberto de expectativa e desconfiança, sendo este segundo sentimento despertado especialmente pelo single “Holy Mountain”, primeira música do novo trabalho a ser divulgada. O hit dançante remete a um glam rock (ou boogie rock) tocado num rádio antigo e chegou a ser apresentado ao público brasileiro – sem chamar nenhuma atenção – durante a passagem de Noel por São Paulo no mês passado, quando abriu shows para o U2.

A banda liderada por Bono, inclusive, pode surgir à memória durante a audição de “Who Build the Moon?” devido ao arranjo das guitarras em algumas faixas, como na psicodélica “It’s a Beautiful World”.

Noel Gallagher volta diferentão no 3º disco pós-Oasis
Divulgação
Noel Gallagher volta diferentão no 3º disco pós-Oasis

Esse e muitos outros traços do novo CD de Noel se deve ao trabalho do produtor David Holmes, um expoente da música eletrônica britânica que já colaborou com o U2 no passado.

O DJ Holmes é reconhecido por seus trabalhos em trilhas sonoras e agora responde por muito da nova identidade musical dos High Flying Bird , que chegam a exagerar na ambição em alguns momentos, mas conseguem evidenciar a própria qualidade ao alternar com boa harmonia entre músicas coloridas e a psicodelia que dá a tônica de “Who Build the Moon?”.

Leia também: Após brigas, Noel Gallagher e Damon Albarn trabalham juntos em álbum do Gorillaz

Merecem atenção a já citada It’s a Beautiful World e The Man Who Build the Moon , assim como If Love is the Law , que talvez seja a música menos preocupada em ser "diferentona" em todo o álbum. Be Careful What You Wish For também requer menção, mas por se tratar de uma quase xerox de Come Together , e não pela sua qualidade propriamente dita.

Já a melhor música do álbum é também sua maior ironia. Gravada ao violão e piano em uma rádio de Dublin, a faixa bônus Dead in the Water é a única canção que remete às melodias inspiradas do Oasis , destacando-se num CD no qual Noel fez de tudo para se afastar de seu passado e rasgar a própria carteira de identidade.

Leia também: Noel Gallagher sobre música de Harry Styles: “Meu gato escreveria em 10 minutos”

Ouça "Who Build the Moon?":


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.