Aos 50 anos, a modelo fala sobre namoro, os planos de maternidade de sua filha Yasmin e lança novo perfume com sua assinatura

Luiza Brunet encanta os brasileiros desde os anos 1980. A morena sul mato-grossense foi uma das mais famosas modelos de sua geração, e aos 50 anos, continua com uma beleza de tirar o fôlego. Em alto-mar, em um cruzeiro promovido pela marca de cosméticos Avon para lançar a nova fragrância “Radiance”, que leva sua assinatura, Luiza recebeu a reportagem do iG Gente para falar sobre amor, fama e um novo papel que ela espera assumir em breve: o de avó.

Namorando novamente

"Estou vivendo um momento muito feliz, está ótimo. Depois de quase quatro anos separada, optei por ter esse novo relacionamento (com o empresário Lírio Parisotto ). Estou superfeliz com essa pessoa, que é bacanésimo, um homem muito direito, discreto. Estamos vivendo um romance muito freshzinho e gostoso."

Siga o Twitter do iG Gente e acompanhe todas as notícias dos famosos

Sonho de ser avó - de neto biológico ou adotado

"A Yasmin tem um lado humano que eu acho muito legal. Ela sempre ajuda ONGs, principalmente as que tratam de crianças. E há um tempão ela fala em adotar uma criança, está se preparando para isso, e eu acho que ela vai adotar sim. Acho lindo, um gesto de amor incondicional. Outras mulheres maravilhosas, como Elba Ramalho , Daniela Mercury , Glória Maria , mulheres já realizadas, que tiveram filhos ou não, e também resolveram adotar. É um grande gesto de amor, tem muita criança que precisa de um lar, que precisa ser cuidada, que precisa de amor, e a gente tem que fazer essa troca mesmo, essa doação."

"Vou amar ser avó, seja de um neto adotado ou de um neto biológico. É o caminho natural de uma mãe, querer ser avó, depois querer ser bisavó e por aí vai. É o que a gente é e que vai se diluindo, de uma certa maneira. Eu sonho mesmo em ser avó, acho que vou ser uma avó pervertida!"

Celebridade instântanea

"Na minha época não tinha tanta celebridade, não tinha tanto paparazzi, tanta mídia como tem hoje em dia, rede social... Então, era muito diferente. Quando alguma se sobressaía, era por algum talento que tinha. Hoje em dia qualquer pessoa pode criar-se na rede social e virar uma celebridade e ganhar muito dinheiro."

A mesma Luiza do interior do Mato Grosso do Sul

"Acho que consigo um certo equilíbrio. Eu não me exponho muito, tenho minha casa, saio muito pouco, gosto de ficar na minha casa, gosto de estar com meu filho... minha filha agora montou a casa dela, ajudei ela... Sou uma pessoa muito caseira, na verdade. Não sou baladeira, nunca fui. Não por cuidar da imagem, embora ache importante, mas por opção de vida mesmo. Sou uma pessoa discreta, continuo sendo a Luiza do interior do Mato Grosso do Sul, que gosta de viver em casa, de cozinhar, de ter uma vida bem simples."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.