Guito Show interpreta Tibério em 'Pantanal'
Reprodução/Globo - 11.05.2022
Guito Show interpreta Tibério em 'Pantanal'


O peão Tibério de "Pantanal" é o novo crush do Brasil. O jeitão rústico tem mexido com o imaginário do público que acompanha a novela e alçou o estreante Guito Show ao posto de galã da vez. Se o personagem desperta a libido, o ator desperta curiosidade. E a maior delas é sobre o status de relacionamento do bonitão.

+ Entre no  canal do iG Gente no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre celebridades, reality shows e muito mais!

Guito, apelido de Diogo Brito, é casado há 15 anos com a médica veterinária. Thalita Rage. Aos 38 anos, ele é pai de um casal de filhos com ela, que tem 32. Os dois nasceram em Lavras, Minas Gerais, e hoje moram em Araxá, no mesmo estado. Vasculhando o Instagram de Guito, encontram-se alguns poucos registros de Thalita. Sempre de costas ou sem mostrar o rosto. Por conta disso, muita gente, inclusive na equipe da novela, achava que ele fosse solteiro.


Avesso a falar de sua vida pessoal, Guito, que na vida real é engenheiro agronômo de formação e vendedor de queijos e cachaças artesanais num empório que tem no centro de Araxá, mantém certa aura de mistério em torno de si. Ele também é músico e costumava cair na estrada com sua Rural Willys e instrumentos para tocar onde fosse antes de ser escalado para a trama das nove

Ele e Thalita, que não possui redes sociais, se conheceram ainda bem jovens, chegaram a morar no estado de São Paulo e retornaram a Minas para ter uma vida mais simples e criar os filhos junto à natureza. Sobre o status de galã ele brinca: "Estou meio abobado com isso ainda. De vez em quando eu falo pra mãe dos meus filhos: 'Olha, o trem tá bão pro meu lado aqui, hein?'. Já avisei que não sei dar beijo técnico, é tudo de verdade (risos). Ela não tem ciúme, a gente tem uma relação boa".

Thalita Rage com filhos que tem com Guito Show
Reprodução/Instagram - 11.05.2022
Thalita Rage com filhos que tem com Guito Show


Uma boa dose de cara de pau

Durante a pandemia, quando a situação financeira apertou, fechando o comércio e impedindo os shows, Guito arriscou a sorte mandando um direct pelo Instagram para Bruno Luperi, o autor do remake de “Pantanal”.

— O acaso a gente tem que provocar, né? Eu assisti à novela original ainda menino, vi a reprise no SBT e ainda uns pedaços no YouTube, várias vezes. Escrevi perguntando: “Como eu faço teste? Porque esse texto eu já sei de cor” — lembra.

O neto de Benedito Ruy Barbosa nunca lhe respondeu na rede social. Mas ele conquistou o papel por intermédio de uma produtora de elenco, de quem conseguiu o telefone, após realizar os tais testes.

— Decorar o texto não é o complicado, mas sim imprimir verdade à cena. A mais difícil foi dizer “Eu te amo” pra Muda (Bella Campos). Eu só falei essa frase uma vez na minha vida, quando peguei meu filho recém-nascido nos braços. Fui criado sem precisar falar de sentimento dentro de casa. Tem uma música que diz isso: “A verdade está naquilo que não é dito”. Talvez eu não seja romântico. Sou muito parecido com Tibério, mas ele é mais coração mole que eu — assume o agora ator, que neste Dia do Sertanejo, 3 de maio, elegeu as cinco canções do gênero de que mais gosta, duas delas de autoria de Almir Sater, seu companheiro de cena na novela: — Ele é minha grande referência. Eu o via em “Pantanal” e depois em “Ana Raio e Zé Trovão”. Diria que isso (as duas novelas) influenciou totalmente no que sou hoje.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários