Gil e Maria Marruá
Reprodução/Globo 07.04.2022
Gil e Maria Marruá

Juliana Paes contou que está tendo dificuldade de sair da sua personagem em “Pantanal”, e que pensava na história de Maria Marruá e sua filha, Juma (Alanis Guillen) mesmo quando estava fora das gravações e em família. “Às vezes vem uma culpa, porque você está com os seus filhos, mas você está pensando em Juma e Pantanal”, declarou a atriz.

A revelação da estrela aconteceu no programa “Encontro”, desta sexta-feira (22). “É muito difícil. As pessoas não têm noção do quanto a gente se envolve, do quanto a gente se entrega, do quanto a gente deixa de ser a gente para ser outro, a doação de pensamento. Às vezes você está num momento em família e pensando no personagem”, detalhou Juliana Paes.

Leia Também

De acordo com a atriz, gravar no bioma do Pantanal foi essencial para construir sua personagem. “Eu fiquei 40 dias lá, entre idas e vindas, e chegou uma hora em que eu não queria mais voltar, chegou uma hora em que aqueles silêncios e barulhos eram um pouco eu também. Foi uma imersão muito importante ter passado esse tempo todo lá e fiquei feliz com a repercussão”, disse a intérprete de Maria Marruá.

“Depois que a personagem está delineada na sua cabeça, basta você deixar se afetar em cena. Deixar que o pantanal reflita naquilo, que o ambiente entre em você um pouco”, justificou a atriz e “Pantanal”.

Leia mais em TV Foco.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários