Agnes Brichta atua como Tina em 'Quanto Mais Vida Melhor'
Reprodução/ Kenny Hsu 06.04.2022
Agnes Brichta atua como Tina em 'Quanto Mais Vida Melhor'


No ar como Tina em "Quanto Mais Vida Melhor", Agnes Brichta enfrentou pela primeira vez os desafios de atuar na televisão. A personagem, jogadora de futebol e artilheira, difere de Agnes, que nunca confiou nos próprios pés para chutar uma bola. 

Em entrevista para o iG Gente, ela conta que se o "Vídeo Show" existisse, teria um bloco de cenas dela caindo no set. A atriz, filha de Vladmir Britcha, explica que contou com aulas de futebol com o ex-jogador Jamir Gomes, campeão nacional por Botafogo (Brasileirão de 1995) e Grêmio (Copa do Brasil de 1994).


Agnes diz que Jamir a auxiliou a perder o medo. "Tive aula com ele e foi aliviando, eu entendi que não precisava ser uma jogadora de futebol para ser jogadora na TV. Aprendi a fazer um chute, um drible, quando eu setorizo onde eu consigo ser boa, tudo funciona", aponta.

"O meu pânico era 'meu deus, vão me fazer correr um campo', se bem que fizeram meu pai correr um campo em 'América'", afirma, rindo. O enfrentamento de Agnes com a bola foi tão intenso que ela decidiu levar o aprendizado para fora das gravações. "Fiquei tão angustiada com isso, peguei o momento e chamei o Jamir fora do set para aprender mais sobre futebol", conta. 

Leia Também

Leia Também

Agnes revela que ao fazer os testes para a personagem de Tina, ela contou aos diretores que tinha medo de enfrentar a bola. "Olha, eu lembro de fazer testes com o diretor artístico e o produtor de elenco e olhar para eles e falar: 'ok, eu não jogo bola. Quero deixar isso muito claro", contou, rindo.

Mas a atriz também conta que aos poucos, a direção a ajudou a enfrentar as cenas com esforço físico. "Eu estava em pânico com isso, não confiava nos meus pés, nem para dançar, de repente fazer uma artilheira, camisa 10, é complicado", afirma.

Além da situação nos campos de futebol, Agnes entrega que passou por um perrengue clássico entre mães e filhos: deixar de levar o casaco para o trabalho. "Isso acontecia, de me chamarem para gravar a sequência, me oferecem um casaco e eu falava: 'não, não precisa'. Aí corta e eu estou em uma gravação na Quinta da Boa Vista, à noite, com vento batendo forte... morrendo de frio", revela. 

E não é apenas nas situações de frio que Agnes passou por perrengue. Ela diz que já fez escolhas erradas de figurino e se prejudicou. "Eu escolhia um casacão jeans e tinha que ir para a escola, que era quente. Eu queria tirar o casaco, mas já estava toda molhada de suor. O bom é que não se vê isso na novela. Teve cena que eu estava tremendo e tive que respirar fundo para poder entrar em cena", brincou. 

Agnes conta que a atriz Valentina Herszage deu dicas para ela não passar frio ou calor em cena. "Nunca negar um casaco em cena, nem que deixe amarrado na cintura. Ela é maravilhosa, sempre está amparada. Depois que ouvi isso, foi tudo na minha vida. É sobre estar preparado, não sei para onde a personagem vai, então, pego um casaco", finaliza. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários