Anamara e Ana Paula Renault foram as escolhidas para o paredão falso no
Reprodução/TV Globo
Anamara e Ana Paula Renault foram as escolhidas para o paredão falso no "BBB 13" e no "BBB 16" respectivamente

A confirmação só virá no programa ao vivo, hoje à noite, mas se levarmos em conta a movimentação da engajada torcida, o paredão falso do “BBB 22’’ deve encaminhar Arthur Aguiar para o “quarto preto’’, onde ele passará um tempo com poderes sobre os confinados da casa e cheio de privilégios. Esse resultado, no entanto, só deve contribuir para a desconfiança dos brothers lá dentro. Se Eliezer, último representante do devastado grupo Lollipop, também está emparedado, como não foi justamente ele o escolhido para ser eliminado desta vez?

Entre  no canal do iG Gente no Telegram e fique por dentro das principais notícias dos famosos e da TV

"O ideal seria que Gustavo fosse o escolhido, porque mexeria com a cabeça de todos eles", analisa a ex-BBB Anamara, que sobreviveu a uma eliminação fake no “BBB 13’’ e questiona a dinâmica a essa altura da disputa. "Não acho que deveria acontecer o paredão falso agora. Já foram 12 eliminações. Como as pessoas do quarto Lollipop saíram com frequência, dá para entender, mais ou menos, como está a preferência do público", diz.

Além de bagunçar a cabeça dos confinados, o nome de Gustavo é lembrado como opção pelo desejo que muitos têm de, finalmente, vê-lo atuando como “agente do caos”, que foi a maneira como ele se apresentou antes de entrar na casa. Afinal de contas, no tal quarto secreto, ele poderá trollar os adversários. Cortar a água da casa, trancar o pessoal no jardim, acordá-los a qualquer hora, mandar todo mundo direto para a xepa...

"Não acredito que o Arthur seja a melhor pedida. O propagador do caos é o Gustavo. Ele é quem vejo como a melhor pessoa para colocar uma fagulha de incêndio na casa", defende Ana Paula Renault, que também foi a um cômodo escondido por escolha do público no “Big Brother Brasil 16”.

Pesa contra o bacharel em Direito o fato de ele ter prometido barraco, mas ter se esquecido disso assim que se apaixonou por Laís lá dentro, vivendo só no clima paz e amor. A mãe do paranaense, no entanto, acredita que o filhão não vai decepcionar se for o eleito desta vez.

Leia Também

"Acredito piamente que Gustavo será agente do caos agora (risos). Votem, vai dar resultado. Eu sou suspeita para falar, mas penso que um bom jogador como ele, recebendo cartas curingas para serem usadas no jogo, certamente aproveitará muito bem as oportunidades", justifica Sandra Batista.

As possíveis consequências

E como fica a cabeça de quem leva a melhor num paredão falso? Afinal, entre todos que já tiveram esse benefício, apenas uma pessoa consagrou-se campeã do programa: Gleici, no “BBB 18”.

"As pessoas enfatizam que eu perdi o favoritismo quando venci o paredão falso porque eu me considerei forte depois disso. Mas quando fui, era a quarta semana, não tínhamos noção alguma. E meu adversário era o Marcelo, que ao meu ver não tinha tanta força. Mas Arthur já voltou de quatro paredões. Se ele sai, os confinados vão entender do que se trata. Se tivesse outra composição na disputa, não ficaria tão claro", diz Anamara.

Ana Paula Renault compartilha de sentimentos parecidos.

"Passar pelo paredão falso foi mesmo o ponto alto do meu 'BBB'. Foi uma emoção ímpar, fui pega de surpresa. Minhas atitudes foram genuínas, caí de joelho mesmo, fiquei sem forças... Por isso, reverbera até hoje. Mas quando ganhei o presente do público, não senti que era favorita. Me vi como a melhor pessoa para incendiar a edição", afirma Ana Paula, que, sobre a possível vitória de Arthur no paredão falso desta terça-feira. "Arthur é uma incógnita. Acho que ele foi muito bem treinado com coaching para construir um personagem. E parece seguir esse comportamento linear. Mas quem sabe ao se ver como favorito ele não se liberta dos moldes? Aí ele pensa: 'Não tem mais jeito, sou o favorito'. Seria o início de uma derrocada?", provoca Ana Paula Renault.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários