Natália Deodato teve vídeo vazado
Reprodução/Globo
Natália Deodato teve vídeo vazado


Suspeito de vazar o vídeo íntimo de Natália Deodato , participante do 'BBB 22', foi identificado pela Polícia Civil de Minas Gerais. Em comunicado divulgado pelas autoridades, o homem tem 39 anos e ele será notificado para prestar esclarecimentos. 

“A Polícia Civil de Minas Gerais informa que instaurou inquérito policial e diligências estão sendo realizadas para apuração dos fatos. O suspeito será intimado nos próximos dias. Não serão divulgadas as datas de oitivas (audiências) do suspeito, de 39 anos”, diz o comunicado.

O conteúdo do vídeo, vazado na última semana, mostra a modelo mineira em um ato sexual com um homem. A equipe da participante avisou que tomaria medidas legais, como uma medida protetiva em nome de Natália, pedida pela polícia. 

Leia Também

Entenda o caso

O vídeo íntimo de Natália Deodato fazendo sexo oral em um homem vazou nas redes sociais na madrugada de quarta-feira (19). A equipe da sister garantiu que está tomando providências para tirar o registro da web. 

"A Equipe já está ciente das mídias que estão sendo compartilhadas e iremos tomar as medidas cabíveis. O compartilhamento desse conteúdo é um desrespeito à participante enquanto mulher e também a família dela", disse a equipe.

No Twitter, a equipe da sister pediu para que denunciassem os vídeos. "Isso é muito sério e nenhuma pessoa deveria passar por essa exposição. Pedimos que denunciem todas as publicações e também perfis que estão compartilhando. Precisamos derrubar esse conteúdo e precisamos da ajuda de vocês!", publicou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários