Chico Pinheiro, jornalista da Globo
Divulgação
Chico Pinheiro, jornalista da Globo

Chico Pinheiro, de 68 anos, criticou o presidente da República Jair Bolsonaro (Partido Liberal), de 66 anos, nesta terça-feira (21). Durante o "Bom Dia Brasil", o jornalista declarou que a postura do chefe de Estado e do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, em divulgar os nomes dos técnicos da ANVISA envolvidos na aprovação da vacina contra Covid-19 para crianças era um "estímulo para ataques" contra o órgão regulador.

Após conversa com a correspondente Candice Carvalho sobre medidas de incentivo a vacinação do presidente norte-americano, Joe Biden, o âncora comparou com a postura de Bolsonaro. "Em compensação, aqui no Brasil, governo, presidente e ministro da Saúde não incentivam a vacinação de crianças e ainda oferecem estímulo a esses fanáticos e bandidos da internet que ameaçam quem cuida da Saúde Pública, os técnicos da Anvisa", declarou ele.

Na segunda-feira (20), Marcelo Queiroga reforçou a defesa de Bolsonaro em divulgar os nomes dos técnicos envolvidos. No domingo (19), a própria ANVISA pediu proteção policial para servidores e diretores envolvidos na aprovação. A agência relatou que as ameaças contra os servidores se intensificaram por conta do ato do chefe de Estado. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários