Monica Iozzi
Instagram
Monica Iozzi

Após revelar que pretende ser mãe, Monica Iozzi, de 39 anos , relembrou recentemente um perrengue que passou na véspera de Natal envolvendo CNH vencida, trajes nada convencionais e até fuga de vacas. "Era 2011, eu estava cansada, pois na época trabalhava no 'CQC' e decidi que iria para casa da minha família, em Ribeirão Preto, apenas no dia 24 mesmo. Umas 17h00 eu saí de casa e quando cheguei em uma cidade chamada Nova Odessa, eu vi que estava rolando uma blitz. Assim que eu olhei para o guarda, ele já me reconheceu e pediu para parar", iniciou ela.

"Nessa, ele disse que era meu fã, que admirava meu trabalho e tal. Em seguida ele falou: 'Me dá seu documento'. Aí percebi que eu tinha esquecido a CNH. Então ele disse que não tinha problema, pois ele iria puxar pelo número do meu CPF. Porém, quando voltou, ele disse: 'Monica... sua carteira está vencida há mais de um ano'. Nessa eu já disse: 'Poxa... eu realmente não sabia'. Ele, tentando me ajudar, pediu o documento do carro. E cadê que eu achava? Ele foi novamente e checou pela placa do carro. Quando voltou, disse: 'Você não pagou o licenciamento do carro'", continuou a atriz, entre risos, em participação no "Que História é Essa Porchat". 

Em seguida, Monica contou que o guarda teve de apreender seu veículo. "Isso me deixou muito triste porque eu tinha três horas para chegar na ceia. Liguei para o meu namorado da época, ele se comprometeu em me buscar. Só que até ele chegar em Nova Odessa, eu fiquei horas ali no pedágio. Só que, além da espera, eu estava com uma vestimenta que não era muito apropriada. Eu estava com uma camiseta velha, com uma cueca samba canção do meu namorado e eu estava de chinelo, eu estava muito errado. Se eu estivesse bêbada minha carreira tinha acabado ali", acrescentou ela.

"Nessa espera eu comecei a ficar aflita, tinha um barranco ali perto, então subi nele, sentei e comecei a olhar um pasto que tinha atrás. Nisso, eu enxerguei várias pedras brancas gigantes e comecei a ouvir barulhos, de repente essas pedras começaram a vir na minha direção e eu notei que eram vacas. Fiquei apavorada porque não tinha cerca, nem nada e corri. Nisso, o chinelo estourou e eu rolei o barranco. Com pena de mim, o rapaz da conveniência me chamou para uma ceia de funcionários que eles estavam organizando... e eu passei o Natal com eles", encerrou ela. 


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários