Chris Flores e Lázaro Barbosa
Reprodução Instagram / Divulgação PM-BR
Chris Flores e Lázaro Barbosa

Chris Flores, apresentadora do "Fofocalizando", perdeu a paciência ao repercutir o caso de Lárazo Barbosa, também conhecido como serial killer de Brasília, nesta quinta-feira (17). Em conversa com o âncora do "SBT no Ar,", Felipe Malta,  ela -- que está sendo cotada para apresentar o "Vem pra Cá" -- chegou a chamar o procurado de "adorador de Satã".

Logo após a exibição de algumas reportagens sobre o caso, Chris Flores comentou o posicionamento de Glória Perez, que teve a filha assassinada nos anos 90, nas redes. "Ela criticou as saidinhas do regime penitenciário, é quando a pessoa pode sair e voltar para a cadeia... Sabe aquelas datas específicas como nos dias mães, Natal”, iniciou a apresentadora, que completou: "Tipo a Suzane [Richthofen] que sai no dia das mães, a pessoa que planejou o assassinato da própria mãe, sai no dia das mães, não sei pra quê, pra comemorar o quê".

Em seguida, ela leu a posição da novelista da Globo. "Um batalhão de agentes policiais continua em campo, na caça ao serial killer. Lázaro já tinha uma ficha criminal de meter medo. E porque não estava preso? Estava preso sim, mas veio a saidinha da Páscoa. Lázaro foi liberado para festejar a Páscoa e está festejando, a seu modo: com chacinas, roubos, estupros, e a mobilização de mais de 200 agentes para prender de novo”, pontuou.

Dando continuidade ao desabafo, Flores mostrou-se indignada com a crueldade do serial killer. "Adorador de satã... Eu respeito todas as religiões, mas isso não é religião. Ele não é maluco, porque não está rasgando dinheiro. Ele é bandido, é bandido com prazer, que gosta de ver mulher sofrer, criança sofrer...", declarou. Em seguida, Flor Fernandez opinou. "No Brasil, o que é ruim, torto, vira filme".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários