João Doria e Datena
Reprodução Band
João Doria e Datena

José Luiz Datena perdeu a paciência com o governador de São Paulo, João Doria (PSDB) , na terça-feira (25). Durante o "Brasil Urgente", o jornalista disse "ele que se dane" após sentir-se esnobado pelo chefe estadual. À situação, Doria estava posicionado e pronto para falar sobre a chegada de insumos para produção de novas doses da CoronaVac. Entretanto, o apresentador -- de maneira sugestiva -- deu a entender que o político estava aguardando o "ok" de outra emissora e não conteve a raiva.  

"Não vou ficar esperando o governador falar. Se quiser falar, fala. Está esperando o 'vai' de quem? Está esperando o 'vai' dessas emissoras aí. Eu não vou ficar esperando o governador falar com doses de vacinas que chega. Pode tirar (do telão). Como eu não estou no 'vai' dele, não vou com ele. Ele que se dane também. Quero saber do bem-estar do povo brasileiro. A gente fica feito um palhaço aqui, ao vivo, esperando o governador dar o 'vai'. Dar o 'vai' o caramba", afirmou Datena ao vivo, durante o "Brasil Urgente".

Esta não é a primeira vez que Datena protagoniza cenas de alta tensão com João Doria . Em outubro de 2020, os dois tiveram um desentendimento ao vivo ao debaterem a eficácia da vacina chinesa produzida pelo laboratória Sinovac. Posteriormente, o jornalista ainda ironizou as medidas de isolamento adotadas pelo governador.

 "Eu não avisei o senhor, governador [Doria]? Não sou médico, mas não sou besta. Eu não avisei vocês que, se não mexessem há 40 dias no plano amarelo, rosa, sei lá, o Plano São Paulo, vocês iam colocar em risco várias pessoas Quantos já não morreram ou foram internados porque vocês, por causa das eleições, simplesmente deixaram ficar vermelho o Plano São Paulo. Eu avisei vocês! Eu avisei", disse Datena que, à época, seguiu irritado com a demora do governo para agir. Assista ao vídeo. Minutagem: 1h29min.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários