Marcus Majella (Ferdinando), Samantha Schmütz (Jéssica), Cacau Protásio (Terezinha), Luis Lobianco (Reginel), Catarina Abdalla (Dona Jô), Emiliano D’Ávila (Máicol), Marcelo Médici (Sanderson), Aline Riscado (Susan) e Rafael Infante (Éricsson)
Juliana Coitinho/TV Globo
Marcus Majella (Ferdinando), Samantha Schmütz (Jéssica), Cacau Protásio (Terezinha), Luis Lobianco (Reginel), Catarina Abdalla (Dona Jô), Emiliano D’Ávila (Máicol), Marcelo Médici (Sanderson), Aline Riscado (Susan) e Rafael Infante (Éricsson)


Rio - O ator Paulo Gustavo , que morreu vítima da covid-19 no início do mês, faz uma participação especial no episódio do "Vai que Cola" deste sábado, após a novela "Império", na Globo. O humorista entra na trama como a personagem Angel, a nova amiga de Ferdinando ( Marcus Majella ). Angel é uma brasileira que mora em Miami, nos Estados Unidos, e faz de tudo para conseguir o Green Card.

Catarina Abdalla, que vive a personagem Dona Jô, conta que Paulo Gustavo transformava o ambiente de gravações com sua alegria. "É difícil demais falar sobre o Paulo Gustavo porque não consigo expressar com palavras a magnitude dele. Só tenho a agradecer por tudo o que ele fez por aqui, por esse imenso legado que deixou. O Paulo é uma referência grande demais para todos os artistas, para os fãs, para todo o público em geral", diz.

"Para mim, ele virou um santo da arte e da alegria, e todos os perrengues que eu tiver na minha profissão eu vou recorrer a ele. O Paulo transformava o ambiente, as cenas, as gravações, a vida. E vai continuar assim, porque sei que onde estiver a arte da alegria, ele vai estar ali entre nós, nos inspirando e rindo junto. Viva o Paulo, ele é luz! Ele também virou um símbolo da nossa luta contra a covid-19. Vacina para todos!", completa.

Para Marcelo Médici, o Sanderson, contracenar com Paulo Gustavo era uma festa. "Gravar com o Paulo era a certeza de ir brincar com aquele amigo mais atentado! Ele atazanava todo mundo: atores, técnicos, maquiagem. Me pedia para contar histórias de bastidores imitando os atores, a mesma história, como criança que assiste ao mesmo filme várias vezes. Paulo Gustavo era uma festa!".

Paulinho Serra diz que o ator vai deixar saudades. "O Paulo dominava o ambiente, tudo. Quando o Paulo estava, todo mundo ficava ligado com ele, porque ele tinha muita certeza do que era engraçado, do que era bom. Eu gravei muito pouco com ele, mas já tinha uma admiração de antes muito grande. Gravar com ele era alto astral total. Ele e (Marcus) Majella, aquela brincadeira um com o outro, aquela afinidade monstruosa. Vai deixar muita saudade".

Você viu?

Diversão em Miami


Os episódios desta temporada do "Vai que Cola" foram gravados em Miami e os atores ficaram empolgadíssimos com a viagem, que segundo eles próprios mais parecia uma "colônia de férias". "Imagina esse grupo de atores juntos no hotel, no aeroporto, fora do país. Foi quase uma colônia de férias! E o resultado dessa alegria aparece em cena”, explica Luís Lobianco, o Reginel.

"Nos intervalos, eu e a Cacau Protásio (Terezinha) andávamos pelas ruas vestidos com o figurino dos personagens, porque não havia tempo para trocar de roupa. Então, aproveitávamos cada minuto para tentar fazer umas comprinhas pelas redondezas. Entrávamos nas lojas vestidos de Ferdinando e Terezinha, e, às vezes, íamos até nos restaurantes montados daquele jeito. Mas, para a nossa surpresa, os gringos viam aquelas figuras exóticas como uma coisa supernormal. Talvez por Miami ser uma cidade com uma diversidade maravilhosa", relembra Marcus Majella, que ressalta a importância do humor nos tempos atuais.

"Estamos precisando sorrir, o mundo está de cabeça para baixo, e o humor tem um papel fundamental nesse momento tão delicado. Desejo que todos se divirtam e se identifiquem com nossos personagens e com nossas confusões. O ‘Vai Que Cola’ tem humor, mas também tem muito amor envolvido".

Cacau Protásio garante que gravar o "Vai que Cola" é sempre muito divertido. "Mesmo depois de tantas temporadas, ainda rimos muito juntos. E, gravar em Miami, foi muito diferente, onde a maioria das pessoas, tirando os brasileiros, não nos conhece. Passei por alguns momentos divertidos. As roupas de Terezinha são mais 'normais' lá. Como não falo inglês, eu ia para as lojas e ficava conversando com as vendedoras através do celular, usando o tradutor".

O episódio deste sábado

No episódio deste sábado, Ferdinando (Marcus Majella) chega empolgado ao South Beach Hotel e conta para Rosa (Grace Gianoukas) e Alejandro (Pedroca Monteiro) como eles podem atrair hóspedes para o estabelecimento: “Conheci uma promoter de festas bombada da cidade, pensamos em dar uma agitada aqui com eventos”.

A dona do hotel, Rosa (Grace Gianoukas), topa tudo e começa a ouvir as ideias de Ferdinando (Marcus Majella). A dupla Angel (Paulo Gustavo) e Ferdinando (Marcus Majella) ainda conta com a parceria de Terezinha (Cacau Protásio), que resolve investir no novo espaço do South Beach Hotel, a casa de shows "Cerol’s".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários