Sarah relata o racismo sofrido pela mãe
Reprodução/Instagram
Sarah relata o racismo sofrido pela mãe


Sarah Andrade, ex-BBB 21 , comentou sobre o racismo que a  mãe sofreu. Em entrevista ao GShow, Sarah contou que não foi fácil para Maria Vieira, mãe da participante, encarar olhares racistas na infância. 


"Uma vez, ao ver minha mãe me amamentando em um local público, uma mulher com cara de nojo disse: 'Que horror! A babá amamentando a filha do patrão!'", lembra Sarah. 

Você viu?

O marido da policial do BOPE em Brasília, Evandro, a ajudou na luta contra o preconceito. Os dois são casados há 34 anos. Sarah conta que o amor foi a principal arma da família contra o racismo. 

"Eu nunca tive preconceito pelo fato de minha mãe ser negra. Fisicamente, sou intermediária entre meu pai e minha mãe. Eu sou branquela como ele, mas de rosto sou muito parecida com ela. Esse tipo de reação das pessoas nunca nos incomodou, de verdade! Porque sempre fomos muito felizes juntos", disse. 

Sobre a vida pós-BBB, Sarah conta que prioriza a qualidade e não a quantidade dos trabalhos oferecidos. 

"Não estou acostumada com a vida pública. Ainda não consegui me organizar para ter uma rotina. Minha mãe está comigo em São Paulo para me ajudar. Não sei o que vou fazer profissionalmente. Estudo o mercado e estou bem seletiva. Quero cuidar da minha imagem para não sumir depois da fama", disse. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários