Caio e Gil discutem por causa de estalecas
Reprodução/Globo
Caio e Gil discutem por causa de estalecas


O clima pesou entre Caio e Gilberto na noite desta quarta-feira (24) no 'BBB 21', da Globo. Tudo começou durante uma conversa na cozinha em que os participantes falavam sobre ter o espírito coletivo na competição e relembram algumas situações em que perderam estalecas. Na ocasião, Gilberto comentou: "Eu concordo que tem que pensar em grupo, analisar as coisas. Mas é pensar em grupo com justiça. Porque senão, fica desproporcional."

Fiuk não entendeu a declaração do pernambucano. Ele se explicou: "A questão das estalecas". Caio relembrou uma uma situação em que o doutorando em Economia perdeu 500 estalecas e Gil ficou furioso. "Foi outra situação". Ao notar a irritação dele, o fazendeiro pediu: "Se você quiser falar comigo, vamos falar em um tom normal."

Irritado, Gil deixou o local e foi até o quarto Cordel. Lá, ele desabafou com Lumena. "Cada um tem uma dificuldade, jogar os meus surtos no negócio de estalecas que não tem nada a ver, para mim, é muito baixo. Colocar os meus surtos num negócio de estalecas é podre, isso é podre. Não tem nada a ver, ele sabe que toca em mim em um negócio muito fundo. É muito podre, mas Deus é justo", disse o pernambucano, que continuou: "Querer jogar na minha cara que eu tenho dificuldade de me controlar nas brigas e nas confusões, porque ele jogou na minha cara... Pesado, pesado. Mas tudo bem, aqui dentro é assim mesmo, as pessoas só massacram, só faz massacrar no seu ponto fraco. Mas não tem nada não, vivendo e aprendendo".

A psicóloga tentou acalmá-lo. "Calma, só te peço para você ficar bem, para não perder o foco hoje na prova", disse. Gil voltou a lamentar: "Massacrar o ponto fraco da pessoa é cruel demais, viu? Não posso falar mais nada aqui dentro, porque tudo o que eu falar vai ser usado contra mim no tribunal".

Você viu?

Juliette, que entrou no cômodo durante a conversa, alertou o amigo. "Gil, não é sobre isso, você tem sua razão, não misture as coisas. Quando você quiser saber a minha opinião e estiver calmo, me pergunte".

Pouco tempo depois, Caio chegou ao quarto Cordel e pediu perdão ao doutorando em economia. "Deixa eu só te falar uma coisa, irmão, eu não falei para te irritar, não foi de maldade". Gil desabafou: "Falar de um negócio desse? Qual a necessidade de falar disso?". O goiano, então, pediu: "Não precisa ficar nervoso, não". "Falar do meu descontrole me deixa muito mais descontrolado, você poderia ter usado outras coisas", comentou o pernambucano.

O fazendeiro explicou seu ponto de vista e Gilberto o questionou sobre o fato dele ter citado Fiuk na discussão. Caio comentou que usou o cantor como exemplo e recuou ao ouvir as falas do brother: "Ô Gil você está jogando muito pesado, você tem muita maldade e está achando que eu tenho também".

Ao ouvir isso, Gilberto avisa que não tem maldade e volta a insistir no questionamento sobre Fiuk. O goiano se defendeu: "Na minha boca você não põe palavras não, com todo respeito". Nessa hora, o pernambucano pede para ele falar exatamente como falou com o ator. Caio repete sua fala e explica seu ponto de vista: "Foi ele que perguntou, não fui eu quem falei. Você não está escutando as coisas". "Então, eu estou surdo", concluiu Gil.

Caio se justificou: "Eu estou falando que você não está prestando a atenção, não que você está surdo. Eu estou do seu lado desde o começo do jogo". Depois de explicar o que falou mais cedo para o brother, o fazendeiro destacou: "Eu não falei com maldade e se foi, eu já estou aqui, e não é nem pedindo desculpa, eu estou te pedindo perdão".

"Eu já te pedi desculpa, se quiser acreditar, bem, eu não falei com maldade, eu não sou assim. Eu só acho que já te dei prova demais aqui dentro que sempre estive do seu lado. Que eu estou do seu lado, que eu gosto de você e que você é um parceirão meu aqui dentro", finalizou o goiano.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários