Lucas Penteado escondeu da produção que tem problema com bebida
Reprodução/Instagram
Lucas Penteado escondeu da produção que tem problema com bebida

Lucas Penteado  saiu do "BBB 21" para escapar das situações complicadas da casa mais vigiada do país, mas terá que enfrentar novos problemas fora do reality. O empresário Leandro Alladin pretende entrar na Justiça na próxima quarta-feira (17) contra o ator, pedindo 30% de tudo o que o artista ganhou após entrar no programa da Globo.

Segundo o colunista Leo Dias, Alladin falou que ele e Lucas Penteado fecharam um acordo verbal. Segundo ele, o acordo foi que trabalharia como empresário para o ator e agora quer o reconhecimento do vínculo contratual na Justiça. O empresário diz que o artista prometeu pagar 30% do que ganhasse em troca dos serviços, mas que o acordo entre eles foi quebrado após uma pessoa da família do ex-BBB entrar na negociação.

"Conheço o Lucas há quatro ou cinco anos. Ele me procurou antes do BBB dizendo que precisava de um patrocínio de R$ 1,5 mil. Em questão de minutos, consegui R$ 8 mil e um dentista, que fez o canal nele e, quando saísse do programa, colocaria lentes de contato. Lucas disse que, de tudo o que eu conseguisse para ele, me daria 30%", conta Alladin.

O empresário fala que conseguiu um tratamento dentário para Lucas, um celular novo e roupas, tudo no esquema de permutas. Ele também afirma que continuou trabalhando com Lucas após a estreia do reality, mandando lanches para a família dele e um smartphone novo para eles cuidarem das redes sociais do ator.

Alladin fala que Lucas Penteado sabe o que está acontecendo, mas a equipe do artista ainda não se pronunciou sobre o assunto. Sylvio Augusto, advogado do empresário, argumenta que o acordo entre seu cliente e o ex-BBB foi firmado em conversas e mensagens de WhatsApp e diz que entrará na Justiça caso o ator não pague os 30% do que ganhou.

"Não há contrato assinado, mas há conversas nas quais Lucas diz que Leandro é assessor dele e faz promessas de pagamentos. Pelos documentos que visualizei, acredito que o juiz entenderá que meu cliente merece ser remunerado. Se Lucas tiver boa vontade e pagar aquilo que foi acordado, o assunto se encerra", diz Augusto.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários