William Bonner e Jair Bolsonaro
Reprodução Globo
William Bonner e Jair Bolsonaro


Jair Bolsonaro  fez uma transmissão ao vivo em seu Facebook no início da noite desta quinta-feira (21). Nela, o presidente disse que William Bonner é o último a saber das coisas e que a Globo, entre outros veículos, espalham fake news.

"A imprensa, sem querer generalizar, escrever besteira, isso é comum. Fake news é comum. A maior fonte de fake news é Globo, Folha, Estado de São Paulo, O Antagonista, revista Época...", afirmou Bolsonaro ao comentar as ao seu governo. Ele falava, sobretudo, sobre as críticas que vem recebendo sobre, supostamente, não tomar vacina.

Você viu?

Depois, ele disse que, já que estavam falando sobre mentira, ele iria falar sobre William Bonner. Ele colocou uma gravação em que o âncora do "Jornal Nacional" dizia que Bolsonaro e seu ministro das Relações Exteriores [Ernesto Henrique Fraga Araújo] minaram as relações com a Índia e com a China. Antes de rebater o que foi falado, o presidente alfinetou o salário do jornalista. "Segundo o William Bonner, que ganha o dobro que a Renata [Vasconcellos]. Pregam tanto a igualdade, criticam: 'Tem que ter uma política para homem e mulher ganhar a mesma coisa'", disse.

Bolsonaro continuou se defendendo, dizendo que Bonner mentia no "Jornal Nacional" e que a relação do Brasil com os países citados não estava estremecida. "Com aquela cara de pastel dele, de último a saber das coisas", disse.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários